Logo PeixeseAquarismo.com

Aquário plantado holandês: Aprenda tudo sobre o estilo

Dentro os estilos de aquários plantados temos três em destaque no momento: O Nature Aquarium (se tornou famoso pelo Takashi Amano), o estilo holandês (o mais antigo dos três) e o Iwagumi (crescendo muito em popularidade agora). Vamos falar agora do estilo holandês.

O estilo holandês consiste em aquários plantados com foco no crescimento das plantas. Elas formam moitas bem definidas e dividas entre as espécies, criando assim, um visual organizado e muito atrativo esteticamente. Com uma grande densidade de pantas, cria contrastes utilizando cores e texturas diferentes. O foco nas plantas é tao grande, que é incomum termos pedras e troncos nesses aquários. Aprenda mais sobre o aquário plantado holandês a seguir.

Origem do estilo

Como o nome sugere, o primeiro lugar em que temos registrado esse estilo sendo popular foi na Holanda, por volta dos anos 1930. Nessa mesma década foi criada a Sociedade Holandesa de Aquaristas, o que ajudou muito o estilo a ser difundido. Porém, apenas em 1956 a Sociedade definiu as regras oficiais para as competições. Essas regras eram base para uma competição anual, onde os juízes visitavam as casas dos aquaristas para julgar o vencedor, ao contrário do que acontece em muitas competições hoje, onde são apenas enviadas fotos para as associações.

Obviamente o estilo não se resume a regras e regulamentações. esse fatores só contam em competições e podem mudar de acordo com a associação. Muito mais importante do que qualquer regra, é seguir as características que fazem do estilo o que ele é. Outro fator interessante é que apesar de ser um estilo muito complexo e que tem plantas muito exigentes, no passado ele era executado quase sem nenhum equipamento. Até mesmo porque as tecnologias e técnicas que temos hoje, são criações relativamente novas.

Aquário Holandês 1
Um exemplo de aquário holandês
Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Principais Caraterísticas

Mas o que define um aquário como sendo do estilo holandês? Ao olharmos um aquário, é muito fácil notar essa distinção. Quando notamos uma organização não natural, focada muito na estética, com moitas bem definidas, fundo totalmente coberto por plantas e uso de contrastes entre plantas vermelhos e verdes no layout, muito provavelmente um aquário holandês.

  • 70% de plantas aquáticas – Isso significa que por volta de 70% do aquário deve ser coberto com plantas de variadas espécies, tamanhos e cores. Mas é preciso não pecar pelo excesso nessa variedade. Simplicidade é um dos fatores que contam na hora de montar esse estilo. Então ter muitas planas diferentes ou muitas cores pode acabar deixando o layout confuso, sem muita definição e sem pontos de foco.
  • Contraste – Ao vermos fotos de um aquário holandês uma das primeiras coisas que vamos notar é o contraste entre os diversos tons de verde e os tons de vermelho. Esse contraste não é posicionado aleatoriamente pelo aquário. Os tons mais chamativos de vermelho, na maioria das vezes, são usados para definir os pontos focais do layout. Uma metodologia muito usada para definir onde esses pontos de foco é a regra dos terços (amplamente utilizada no aquapaisagismo).
  • Espaçamento e posicionamento – Como fica evidente pelas fotos. o posicionamento e agrupamento das plantas é um fator decisivo na hora de montar um setup holandês. As plantas são agrupadas por espécie, por tom de cor, por altura. Elas também são posicionadas em função dessas características, afim de criar contrastes e gradações de cor e altura. É preciso considerar também que as plantas precisam ter um espaçamento entre si para poderem se desenvolver sem serem limitadas por uma outra espécie que foi plantada muito próxima.
  • Aquários mais compridos do que altos – Devido ao uso de muitas espécies diferentes, aquários holandeses são compridos para espalhar diferentes espécies por toda a extensão do tanque. Uma regra muito comum é usar três espécies diferentes de plantas a cada trinta centímetros de aquário. Seguindo essa regra você cria a variação necessária mas sem exagerar e acabar criando uma bagunça enorme no seu layout. Um outro fator é a altura, aquários holandeses não costumam ter mais do que 50 centímetros de altura, isso ajuda no desenvolvimento das plantas, já que a iluminação consegue chegar nas plantas mais baixas sem perder muita intensidade.

Dicas para criação de uma aquário holandês

Apesar de ser um estilo desafiador de se criar e manter, existem algumas técnicas e dicas que podem ajudar nessa tarefa. Até mesmo por ser um estilo muito antigo, boa parte dessas dicas já foram testadas profundamente e funcionam muito bem:

  • Técnica de “terracing” – Essa técnica consiste em criar alguns níveis diferentes no aquário. As plantas são dispostas não apenas quanto a posição delas no plano horizontal, mas também no vertical. Isso auxilia muito na hora de criar a noção de profundidade nos aquários. Começamos com o substrato em altura baixa na frente e vamos aumentando a altura a medida que vamos para o fundo. Assim fica mais fácil criar pontos de foco usando a regra dos terços.
  • Foco na escolha das plantas – Elas são a principal atração nesse estilo. Tudo depende delas, então não se apresse na hora de planejar cada espécie que será utilizada. A maior parte das suas plantas devem ser de caule, o que significa que elas vão tirar a maior parte dos nutrientes do substrato, portanto pesquise na hora de escolher um. O lado bom das plantas de caule é que eles são facilmente propagadas. Apenas pode as que estiverem muito altas e replante a parte cortada ao lado. Em pouco tempo a área desejada vai estar coberta. Para cobrir o substrato na frente do aquário, plantas carpete são a melhor opção.
  • Escolha dos peixes – Como dito por todo o artigo, o foco são as plantas. Então é preciso escolher peixes que não chamem muita atenção, não quebrem a harmonia e, principalmente, não danifiquem as plantas. Uma ótima ideia é utilizar peixes pequenos de cardumes, de preferências os mais calmos e que não briguem afim de não bagunçar plantas e substrato.

Escolhendo fauna e flora

Na hora de montar seu aquário, escolher as plantas vai ser uma das partes mais importante. Porém não se pode se esquecer da importância de escolher quais peixes vão estar presentes (e também quais não podem estar presentes de jeito nenhum). Na última seção algumas dicas já foram dadas, mas abaixo veja algumas sugestões de plantas e peixes para se utilizar

Plantas comumente usadas no estilo holandês:

  • Hygrofilia corymbosa – Planta de caule alta e encorpada. Cresce rápido e com muito volume.
  • Ludwigia pantanal – Outra opção alta que vai preencher um grande espaço no fundo.
  • Cryptocoryne – Usadas na frente do seu aquário, são muito interessantes por suas cores mais escuros podendo dar efeito de contraste ou gradação.
  • Alternanthera reineckii – Planta de tom vermelho intenso, muito utilizada como ponto de foco no aquário holandês.
  • Rotala – Outra opção com tons avermelhados para usar como foco no seu aquário

Peixes adequados para o estilo holandês:

  • Neon – Muito utilizado em aquários plantados pelo seu tamanho pequeno, grandes cardumes e por serem inofensivos para as plantas.
  • Foguinho – Outro peixe pequeno, mas muito bonito que vai complementar a beleza dos tons vermelhos do seu aquário.
  • Otocinclus – Não mexe com outros peixes, não danificas as plantas e ainda remove algas do aquário. Sempre uma ótima opção.

Esse estilo combina com você?

Não há dúvidas que esse estilo é extremamente bonito, mas também é dos que mais necessita um compreendimento profundo sobre plantas aquáticas e todos os outros aspectos de um aquário plantado. Nunca recomendaria o estilo holandês para um iniciante no hobby. Outros estilos acabam se adequando mais para alguém que está começando. No estilo Nature Aquarium é possível obter um aquascape muito interessante mesmo com conhecimentos básicos sobre aquários plantados.

Caso queira se aventurar e montar seu primeiro aquário holandês siga as dicas acima e também aprofunde seus conhecimentos lendo mais artigos como esse guia para montar aquários no estilo holandês (em inglês).

Para servir de inspiração, uma foto de um lindo aquário no estilo:

Aquario Estilo Holandes

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 9 Maio, 2020

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Água Doce >

Aquário Ácido

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Aquário Ácido