Logo PeixeseAquarismo.com

Como sifonar aquário plantado?

Sifonar é uma atividade comum para qualquer aquarista. Mas quando o aquário é plantado, também é preciso? Como executar uma sifonagem sem causar danos? Depois de muito estudo e testes obtive uma resposta definitiva.

Na maioria dos casos, aquários plantados simplesmente não precisam ser sifonados. Quando não temos plantas, tiramos todo e qualquer detrito que fica preso no substrato, ou até mesmo debaixo dele, através da sifonagem. Porém quando temos um plantado, esse detrito que fica depositado dentro do substrato acaba sendo utilizado como fertilizante para as plantas. Desse modo, elas tanto se beneficiam dessas substância quanto as transformam em outros compostos menos nocivos para o ambiente.

Por que sifonamos aquários?

Uma das primeiras coisas que aprendi quando comecei no mundo do aquarismo foi sifonar meus aquários. No início sempre tendemos a alimentar demais nossos peixes, o que acaba gerando muitos restos de comida. O melhor jeito para remove-los? O bom é velho sifão. Através desse processo removemos qualquer acumulo de detritos que, caso ficassem no aquário, estariam se decompondo e gerando amônia e nitrito. Isso não vale apenas para comida, excrementos dos peixes, poeira do substrato e qualquer outro poluente também podem ser removidos através do sifão.

Então o objetivo por trás de sifonarmos o aquário, e mantê-lo limpo, mas não apenas em relação as sujeiras visíveis que tiramos com o sifão. Também visamos tirar fontes de amônia que se não removidas, poderiam poluir completamente a sua água.

Por que não é necessário sifonar aquários plantados?

Como explicado acima, a sifonagem remove restos que ficariam no aquário apenas piorando sua água, sem trazer nenhum benefício. Mas imagine se existisse um jeito de não apenas remover aqueles resíduos automaticamente, mas também fazer com que eles beneficiassem seu ecossistema aquático? Pois é isso que as plantas fazem.

As plantas capturam as substancias decorrentes da decomposição desses resíduos, as removendo da água e ainda as utilizando para seu próprio desenvolvimento. É claro que isso não significa que uma água suja beneficia suas plantas, apenas significa que em um aquário plantado as plantas são suas aliadas na hora de manter seu aquário limpo. Caso não as tenha, é preciso ter muito mais cuidado com qualquer detrito presente no aquário.

Em que caso pode ser preciso sifonar?

Ainda assim, existem alguns casos em que pode se interessante sifonar um aquário plantado. Mas nesse caso, a sifonagem não visa movimentar o substrato e remover os resíduos dentro dele, a ideia é apenas remover acúmulos visíveis na superfície ou em presos em alguns cantos específicos do aquário. Alguns exemplos de situações em que pode ser benéfico e prático fazer uma sifonagem num aquário plantado:

  • Acúmulos de plantas mortas ou se despedaçando: Muitas plantas, principalmente as com folhas pequenas, costumam soltar muitos pedaços na água. Esses pequenos restos das plantas acabam se juntando e apodrecendo dentro do aquário. Além disso, durante a fase de adaptação das plantas (seja porque é uma planta nova ou pelo aquário estar ciclando) elas também acabam trocando sua folhagem, que também fica presa no aquário acabando com a qualidade da água. Um bom jeito de remover esse acumulo é com um sifão.
  • Pequenos animais em decomposição: Caso um habitante do seu aquário tenha morrido enquanto você estava fora de casa, e não pode remove-lo no mesmo dia, ele pode já ter entrado em estado de decomposição. Caso seja um animal pequeno pode ser mais fácil remove-lo usando um sifão, do que arriscar despedaçá-lo usando uma pinça.
  • Após realizar uma poda: Logo após podar suas plantas, é preciso remover o excesso que foi cortado. Como fazer isso? Use seu sifão. Algumas plantas simplesmente boiam e pode remove-las diretamente da superfície da água. Porém para aquelas plantas que se depositam no substrato, ou que ficam se deslocando no meio da coluna de água, não existe nada melhor que o prático sifão.

Aprenda a sifonar aquários plantados com segurança

Se você achar que apesar de ter um aquário plantado, está vivendo uma situação em que é necessário usar o sifão, tenha cuidado para não acabar danificando suas plantas ou seu aquascape. Algumas dicas para executar a sifonagem com segurança:

  • Foque nas áreas que não possuem vegetação: Se seu aquário tiver alguns espaços plantados e outros não, tente sifonar com maior intensidade os espaços sem plantas. Desse modo você consegue até sugar um pouco das substâncias presentes no substrato (longe das plantas). Quando estiver nas partes plantadas, apenas sifone superficialmente, removendo detritos soltos acima do substrato e em volta das plantas.
  • Aquários com carpete: Nunca deve se pressionar o carpete para fazer a sifonagem. Isso pode danificar as folhas, raízes e até soltar uma parte do carpete, caso este seja muito delicado. Apenas passe o sifonador perto do carpete, será suficiente para remover qualquer substância que esteja es acumulando por cima dele. Qualquer resíduo que estiver abaixo do carpete estará sendo usado pelas plantas como fertilizante, então não se preocupe.
  • Nunca mexa no substrato, caso use substrato fértil: Se você tem um camada de substrato inerte, por cima de um substrato fértil, NUNCA enfie o sifonador dentro do substrato. Nem mesmo um pouco. Qualquer erro de cálculo e você poderá estar fazendo com que o substrato fértil vaze, estragando quase que definitivamente a qualidade da sua água e provavelmente causando uma explosão de algas. Se tiver substrato fértil, passe o sifonador como se estivesse passando num carpete.
  • Aquários plantados com camarões: Praticamente todo criador de camarões que conheço, cria os animais num aquário plantado. Com aquários com animais muito pequenos é importante ter cuidado extra na hora de sifonar, pois eles são facilmente sugados. Uma maneira de evitar isso é acrescentar um pouco de perlon, ou outra espuma, dentro do sifonador, assim você consegue bloquear que os pequeninos acabem indo embora do seu aquário.

Na dúvida, deixe seu aquário sem sifonar

Se você seguir os cuidados acima, dificilmente terá problemas. Mas caso esteja inseguro, ou ache que não é tão necessário, evite a sifonagem. Aquários densamente plantados, em especial, costumam nunca precisar. Então, descanse e deixe suas plantas fazer esse trabalho por você.

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 7 Maio, 2020

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Água Doce >

Coridora Albina
Coridoras. Cuidados, alimentação, longevidade e tudo mais sobre a espécie.
Água Doce
Ventoinhas
Como esfriar o aquário. Veja os 3 métodos mais eficientes.
Água Doce
Substrato de aquário
Como calcular quantidade de substrato para aquário
Água Doce
Peixes de aquário pequeno
Melhores Peixes para Aquários Pequenos. Conheça as Espécies.
Água Doce
Lago de carpas
Carpas. Tudo que você precisa saber para criá-las.
Água Doce
Aquário plantado
Aquário plantado. Tudo o que você precisa saber para montar um
Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Peixes em Aquário
Veja mais de 150 Nomes Para Peixes de Aquário e escolha o seu
Iniciante
Peixe Palhaço
Peixe Palhaço – Guia Completo com fotos. Aprenda como cuidar da espécie.
Peixes de Água Salgada
Otocinclus
Peixe Limpa Vidro – Otocinclus. Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Betta
Peixe betta boiando lateralmente. Ele está doente?
Doenças de peixes
algas no vidro
Peixes comedores de algas. Quais os melhores?
Algas
Platy
Peixe Plati/Platy: Guia com cuidados, fatos e características da espécie
Peixes de Água Doce