Logo PeixeseAquarismo.com

Peixe ofegante ou respirando rápido. Porque acontece e como tratar.

Ver seu peixe ofegante ou respirando rapidamente pode ser muito assustador. No entanto, saiba que esse é um dos problemas mais corriqueiros enfrentados por quem tem aquários. Nossos peixes precisam de oxigênio, então qualquer problema que afete sua respiração, pode gerar esse comportamento. Por mais inquietante que isso possa ser, na grande maioria das vezes, peixes estão ofegante devido a algum fator que nós podemos influenciar e ajudar a tratar. Mas para fazer isso, precisamos antes entender as possíveis causas do problema.

Na maioria das vezes, a causa para peixes ofegantes ou respirando rápido tem a ver com pouco oxigênio na água, excesso de amônia e super população. Além disso, temperatura elevada, pouco movimento na água e estresse também podem gerar esse problema. Para tratarmos essa situação, devemos restaurar o aquário e sua água à parâmetros ideais para seus peixes. Fazer trocas parciais de água, usar um filtro adequado, ou até mesmo reduzir o número de peixes, são ações que podem ajudar nesse objetivo.

Vamos discutir em mais detalhe esse comportamento, suas causas, e como resolver esse problema, que assusta tanto quem cuida de peixes.

Peixes ofegantes ou com respiração rápida

Como falamos anteriormente, esse é um problema muito comum. Ao inspecionar seu peixe, você o nota abrindo e fechando a boca rapidamente. Sua respiração está rápida ou muita intensa, com puxadas fortes de ar. Com certeza, é uma cena agoniante. No entanto, dependendo da causa e quanto tempo está acontecendo, é uma situação contornável.

Para tratarmos o problema da maneira certa, vamos discutir em detalhes as possíveis origens do comportamento, e além disso, a solução para cada uma dessas possibilidades.

Pouco oxigênio na água deixa seu peixe ofegante

Uma das mais óbvias causas para seu peixe estar ofegante é a baixa concentração de oxigênio na água. Nesses casos, o peixe está de fato, lutando para fazer seu corpo funcionar. Já que peixes precisam de oxigênio para sobreviver, eles podem até morrer, se a situação não for resolvida rapidamente. Alguns sinais podem indicar que essa é a origem por trás da respiração atípica do seu peixe:

  • Passar muito tempo perto da superfície.
  • Tentar “engolir” ar diretamente da superfície.
  • Ficar muito tempo perto da saída de água do seu filtro.

Para solucionar o problema, você deve aumentar a concentração de oxigênio no aquário, portanto foque nas seguintes fatores que auxiliam nas trocas gasosas do aquário:

  • Tenha um bom filtro – Além de manter os aquários limpos, filtros também movimentam a superfície da água, justamente o que precisa ser feito para haver troca gasosa e, portanto, oxigênio entrar no aquário.
  • Faça trocas parciais de água – Elas mantém seu aquário limpo, mas também são de grande ajuda em uma situação emergencial de falta de oxigênio. A nova água inserida no aquário já terá uma maior quantidade de oxigênio dissolvida, e além disso, a movimentação no aquário causada pela troca, fará com que ainda mais oxigênio entre na água.
  • Tenha plantas no aquário – Plantas, além de lindas, também deixam seu aquário mais limpo, já que usam algumas substâncias poluentes do aquário como alimento. Mas além disso, elas também produzem oxigênio, aumentando a disponibilidade da substancia para seus peixes.
  • Se for preciso, compre uma bomba de ar – No geral, elas não são necessárias, já que os filtros já adicionam oxigênio no aquário. Mas caso você sinta que seus peixes precisam de uma concentração maior ainda, adicione uma bombinha de ar no aquário.

Água suja, com excesso de amônia ou nitritos

Amônia, nitrito e outras substância tóxicas para os peixes, também podem causar respiração rápida e ofegante. Uma intoxicação por amônia ou nitrito é devastadora para seus peixes. Além disso, pode causar danos as suas brânquias, dificultando a respiração do animal. Alguns sinais de intoxicação por amônia são irritações e “queimaduras” na pele, mas apenas fazendo testes na água podemos ter certeza.

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Dentre as principais causas para um aumento de amônia e nitrito temos:

  • Falta de filtros, ou uso de filtros ineficientes.
  • Falta ou baixa frequência de trocas parciais de água.
  • Excesso de alimentação.
  • Muitos peixes ou peixes muito grandes para o aquário.

Para resolvermos esse problema, podemos tomar mas seguintes ações:

  • Sempre tenha um bom filtro no aquário.
  • Faça trocas parciais frequentes.
  • Alimente seu peixe adequadamente, nenhum excesso de comida deve ficar no aquário.
  • Tenha a quantidade certa de peixes de acordo com o tamanho do seu aquário.

Aquário superlotado

Além de gerar mais sujeira do que o aquário aguenta, um excesso de peixe pode causar outros problemas. Obviamente, quanto mais peixes você tiver, mais oxigênio será consumido, mas não é só essa a questão. Muitos peixes, produzem muita sujeira, além de aumentar o estresse, a agressividade e até a probabilidade doenças ocorrerem.

Tudo isso, pode contribuir para seu peixe estar respirando rapidamente. Portanto, sempre calcule a quantidade de peixes que você pode ter, levando em consideração as dimensões do aquário. Também é importante lembrar que outros fatores podem afetar esse número, como por exemplo, temperamento. Considere que é sempre melhor ter menos peixes do que o limite.

Para lidar com esse problema, considere:

  • Se estiver montando um aquário, sempre calcule a quantidade certa de peixes para ele.
  • Se já tiver um aquário superlotado, considere devolver alguns peixes, ou os doar para alguém que tenha espaço para eles no aquário.
Muitos peixes nadando.

Peixes estressados

Um outro fator que pode deixar seus peixes ofegantes é quando eles estão submetidos a muito estresse. É difícil definir todas as possíveis causas de estresse, mas existem algumas fontes de estresse muito comuns em aquários:

  • Peixe introduzido no aquário sem aclimatação correta.
  • Contato com peixes agressivos.
  • Mudanças bruscas de parâmetros como pH e temperatura.
  • Trocas parciais de água muito grandes.
  • Luz muito intensa.
Peixes Territoriais.

Algumas maneiras para reduzir o estresse do seu peixe:

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

  • Sempre faça aclimatação de novos peixes – Eles devem se acostumar com a temperatura e os parâmetros do novo aquário, antes de serem introduzidos.
  • Escolha companheiros de aquário adequados – Tenha espécies que combinem entre si, evitando comportamento muito agressivo ou territorial.
  • Mantenha pH e temperatura constantes – Alterações bruscas, estressam seu peixe e afetam sua imunidade, portanto, favorecem o surgimento de doenças.
  • Faça trocas parciais com calma e na frequência certa – Uma grande troca parcial de água é uma ótima opção para tratar problemas emergenciais na água do aquário. Porém, em situações normais, devemos fazer trocas parciais de água pequenas e frequentes. Geralmente trocar 20% da água do aquário por semana é o suficiente. E tente sempre fazer isso sem agitar muito seus peixes.

Doenças podem deixar seu peixe ofegante

Infelizmente, seu peixe pode estar ofegante ou respirando rapidamente devido a uma doença. Mesmo que a doença não seja relacionada a respiração, ela ainda pode afetar o funcionamento dos órgãos respiratórios. Existem até mesmo alguns parasitas que podem infectar as brânquias do seu peixe, dificultando muito que ele respire. Íctio e Oodiniose (doença do veludo), são exemplos de enfermidades que podem causar problemas para seu peixe respirar. Logo, qualquer sinal de doença (por exemplo, se o peixe fica no fundo do aquário o tempo todo), é um sinal de atenção. Para tratar seus peixes, é melhor sempre consultar um profissional e ter um aquário de quarentena para não contaminar outros peixes. Além disso, essa prática evita afetar a biologia do seu aquário principal com o uso de remédios.

Conclusão

Apesar de comum, um peixe ofegante sempre merece sua atenção. Pode ser apenas um probleminha causado por um pequeno desequilíbrio no ambiente, mas também pode ser algo sério com potencial de levar seu peixe a óbito. Portanto, avalie seu peixe, levando em consideração as possíveis origem do problema que citamos aqui, e aplique as mudanças necessárias para trazer sua respiração de volta ao normal.

*Neste artigo, são relatadas maneiras de manter seu aquário mais adequado para seus peixes. Porém, na hora de tratar um animal doente, isso não substitui o conhecimento e recomendações de um profissional. Um veterinário deve ser sempre consultado em caso de enfermidades nos peixes.

Referências:

FishBase

Sprucepets

Atualizado em 25 nov, 2022
Categorias:

Autor: Rodrigo Matos é aquarista há mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Suas especialidades são aquários plantados e peixes bettas, porém têm experiência com aquários marinhos, aquários nanos, ciclideos, criação de neocaridinas, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Doenças de peixes >

Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Peixe se esfregando
Peixe se esfregando na decoração e nas pedras. O que fazer?
Doenças de peixes
Betta
Peixe betta boiando lateralmente. Ele está doente?
Doenças de peixes
Betta
Betta com fungos – Como identificar e tratar
Doenças de peixes
Kinguio nadando para cima
Peixe boiando de lado – Doença da bexiga natatória. O que fazer?
Doenças de peixes
Íctio
Íctio ou doença dos pontos brancos. O que é e como tratar?
Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Otocinclus
11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário
Peixes de Água Doce
água ficando verde no aquário
Água do aquário ficando verde. Veja por que acontece e como resolver.
Algas
Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Aquário cristalino
Como cuidar de um aquário? 12 dicas para ter o aquário perfeito
Iniciante
Água da torneira
Pode colocar água da torneira no aquário?
Manutenção do aquário
Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta