Logo PeixeseAquarismo.com

Peixe boiando de lado – Doença da bexiga natatória. O que fazer?

Já chegou em casa e viu seu peixe boiando de lado no aquário? É uma cena assustadora e se o peixe não estiver se mexendo, é bem comum que o aquarista pense que ele está morto. Mas muitas vezes, o peixe está vivo, só não consegue nadar normalmente. Em alguns casos, ele também não consegue ir para o fundo do aquário. O que pode causar esse comportamento estranho?

Doença da bexiga natatória é um termo usado para descrever uma série de condições que costumam causar dificuldades na flutuação do peixe. Ou seja, se seu peixe está boiando de lado, ou de cabeça para baixo, existe uma grande chance dele estar enfrentando este problema. Outros sintomas podem incluir peixes que não conseguem sair do topo ou do fundo do aquário.

O que é a bexiga natatória?

A bexiga natatória é um órgão presente em boa parte dos peixes e tem a forma de um ‘balão’, onde oxigênio é armazenado. Através dessa concentração de ar dentro do seu corpo, o peixe consegue atingir uma flutuabilidade neutra, ou seja, ele não precisa gastar energia para se manter sem afundar.

Embora a maioria dos peixes tenham esse órgão, existem exceções, como o tubarão. Isso faz sentido, porque peixes com bexiga natatória, não podem se deslocar rapidamente entre diferentes altitudes, já que a pressão pode estourar o órgão. O tubarão sendo um grande predador tem a necessidade de se deslocar rapidamente tanto horizontalmente, quanto verticalmente, então ter uma bexiga natatória seria uma grande limitação.

Curso Aquarismo de Água Doce
Curso On-line Completo de Aquarismo

Doença da bexiga natatória

Quando falamos da doença da bexiga natatória, estamos nos referindo a qualquer transtorno que possa afetar esse órgão, gerando estresse, problemas para nadar e podendo até causar a morte. É uma condição muito comum e todo aquarista, com algum tempo no hobby, já lidou com isso em algum momento.

As causas desse problema são as mais diversas, então quando encontramos um peixe com dificuldades para nadar, girando no seu próprio eixo, ficando de cabeça para baixo, ou sem conseguir se deslocar verticalmente, é quase certo que estamos lidando com algum transtorno da bexiga natatória.

Apesar de ser uma doença que causa algum risco de morte ao seu animal, se tratado rapidamente (e dependendo da causa) é possível curar totalmente seu peixe. Em certos casos, mesmo que o peixe não se recupere da doença, ele ainda consegue viver uma vida longa e feliz, apesar do seu nado ficar comprometido.

Sintomas da doença da bexiga natatória

Para checar se seu peixe está realmente com um problema na bexiga natatória, é preciso checar o seu comportamento e aparência. Através de uma observação cuidadosa é possível chegar a uma conclusão. No entanto, principal ponto que costuma ser afetado, é a capacidade de flutuação do peixe, que pode ser perdida ou profundamente afetada.

Dentre os principais sintomas da doença da bexiga natatória, temos:

  • Alterações no modo de nadar
  • Dificuldade em se manter flutuando
  • Nadar de cabeça pra baixo ou de lado
  • Nada descontroladamente em círculos
  • Constipação
  • Inchaço
  • Espinha curvada

Causas da doença da bexiga natatória

Existem muitas causas possíveis para a doença da bexiga natatória, sendo necessário avaliar as condições do peixe e do aquário, para entender o que pode ter causado esse distúrbio. A origem do problema pode estar desde excesso de alimentação, até problemas genéticos no peixe.

Dentre as principais causas da doença da bexiga natatória temos:

  • Água fora dos padrões da espécie – Um aquário poluído afeta a imunidade do seu peixe, aumentando a incidência de doenças. Além disso, outros parâmetros, como temperatura, podem afetar a digestão do peixe e causar problemas na bexiga natatória.
  • Infecções bacterianas ou parasitas – Bactérias e outros parasitas podem causar inflamações e lesões na bexiga natatória.
  • Excesso de comida/peixe engolindo ar – Tanto constipação, causada por excesso de comida, quanto peixes engolindo muito ar na superfície, podem causar doença da bexiga natatória.
  • Órgãos abdominais inchados – rins ou fígado com inchaço também podem causar a doença. Além disso, peixes carregando ovos também podem pressionar a bexiga natatória, causando o disturbio.

Tratamentos para doença da bexiga natatória

No caso da bexiga natatória, o tratamento depende muito da causa do problema. Se a origem do problema for constipação, um tratamento mais baseado na digestão do peixe é recomendado, já se o caso for originado de uma infecção, é preciso tratar com a medicação adequada, indicada por um profissional. Além disso existem algumas recomendações que ajudam na cura do peixe, independente da causa.

Dentre os principais tratamentos temos:

  • Se a causa do problema for constipação, excesso de comida ou peixe engolindo ar, é recomendado evitar alimentar o peixe por cerca de 3 dias. Além disso, deixar o aquário levemente aquecido (entre 25 e 27 graus Celsius), ajuda a acelerar a digestão, acabando com o problema mais rapidamente. Alguns aquaristas recomendam após 3 dias de jejum, alimentar o peixe com pequenas quantidades de ervilha cozida (no máximo uma ervilha por dia, removendo a asca). Manter essa alimentação por alguns dias, até voltar para a ração recomendada para a espécie.
  • Evite dar ração flutuante para o peixe durante a doença e até mesmo nos dias seguintes após a cura. Já que rações flutuantes são uma das principais causas para o peixe engolir ar (uma das causas do problema).
  • Se a suspeita for uma infecção bacteriana ou parasitas, deve se usar antibióticos e remédios recomendados para lidar com estas infecções. No entanto, infecções bacterianas são mais comuns, então deve se começar o tratamento por essa hipótese, e apenas depois considerar outros parasitas.
  • O uso de sal de aquário, também pode ajudar no tratamento, mas lembre que certas espécies, como os cascudos, não toleram nenhuma concentração de sal no aquário.
  • Reduzir a altura da coluna de água pode ajudar o peixe a não se desgastar muito tentando se deslocar pelo o aquário, conservando suas forças para lutar contra a doença,
  • A mesma recomendação vale para evitar correntes fortes dentro do aquário. Já que vão deixar o peixe exausto, tentando nadar para se manter no lugar.

Resultado do tratamento

Problemas na bexiga natatória são muito comuns, mas são muito fáceis de tratar. Cuidando da alimentação e tratando possíveis infecções, a chance do seu peixe sobreviver é muito grande. No entanto, principalmente nos casos de origem genética, o peixe pode ter que conviver com a doença, que pode aparecer e desaparecer do nada.

Apesar da doença da bexiga natatória não ser um grande problema, seus sintomas podem ser confundidos com os da hidropsia, uma doença muito mais grave e potencialmente fatal. Portanto, se seu peixe não melhora mesmo após os tratamentos, investigue se ele pode estar com hidropsia (barriga d’água).

*Esse artigo relata tratamentos usados por muitos aquaristas, mas não substituem o conhecimento e experiência de um profissional. É fundamental consultar um veterinário.

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 27 abr, 2021

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Categorias:

Mais sobre Doenças de peixes >

Betta
Peixe betta boiando lateralmente. Ele está doente?
Doenças de peixes
Betta
Betta com fungos – Como identificar e tratar
Doenças de peixes
Íctio
Íctio ou doença dos pontos brancos. O que é e como tratar?
Água Doce
Peixe com hidropsia
Peixe inchado: O que pode ser? Hidropsia, constipação…
Água Doce
Betta Azul e Branco
Peixe betta perdendo a cor. Por que acontece e o que fazer?
Água Doce
betta cauda desfiada
Peixe betta: Cauda desfiada? Aprenda o que fazer.
Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Aquário Ácido
Como abaixar o pH do aquário: Veja como deixar seu aquário ácido
Água Doce
Aquário
Como elevar o pH do aquário: Aprenda a deixar o pH alcalino
Água Doce
Aquário e aquapaisagismo
Aquapaisagismo: O que é, estilos e como começar.
Água Doce
TPA
Troca parcial de água: Como limpar seu aquário?
Água Doce
Peixes em Aquário
Veja mais de 150 Nomes Para Peixes de Aquário e escolha o seu
Iniciante
Peixe Palhaço
Peixe Palhaço – Guia Completo com fotos. Aprenda como cuidar da espécie.
Peixes de Água Salgada