Logo PeixeseAquarismo.com

Peixe Betta – Como cuidar e características da espécie

Por: Rodrigo Matos | Atualizado em 25/11/2022

Um dos peixes mais populares do mundo é também um dos que mais sofrem na mão de aquaristas inexperientes. Obviamente, estamos falando do peixe betta. Extremamente admirados pela sua beleza e cauda longa, o betta é o primeiro peixe de grande parte das pessoas que entram nesse hobby.

Por um lado, isso é bom, betta são peixes extremamente resistentes e conseguem sobreviver nas mais diversas condições. Mas esse também é o lado ruim, já que aquaristas inexperientes ainda não tem como saber que mesmo um peixe que está sobrevivendo, pode estar sofrendo muito em um aquário inadequado.

A razão por trás do sofrimento dessa espécie é uma serie de mitos espalhados sobre como cuidar do betta, sendo que a grande maioria não é verdade e ainda é extremamente prejudicial aos bettas.

Tópicos sobre o betta:

Ficha do Peixe Betta

Nome científicoBetta splendens
Nomes comunsBetta, Peixe de Briga, Peixe de Briga Siamês
Nível de dificuldadeFácil
TemperamentoTerritorialista
Temperatura22°C – 30°C
Expectativa de vida3 anos
pH6.6 – 7.4
Tamanho8 cm
AlimentaçãoCarnívoro, mas aceita rações

Mitos comuns sobre o betta

Dentre esses mitos que ouvimos o tempo todo, alguns se destacam. Aprenda agora as verdades sobre essa espécie magnifica que merece tantos cuidados quanto qualquer outro animal de estimação.

Bettat Azul e Vermelho

O que seu betta precisa de verdade

Esqueça, então, todos esses mitos e entenda que o betta, apesar de resistente, precisa de muito cuidado, atenção e equipamentos que deixem seu peixe, não apenas sobrevivendo, mas vivendo feliz e saudável.

Mas então, o que é necessário para ter um betta satisfeito e esbanjando saúde? Os mesmos cuidados de qualquer peixe: Um aquário de tamanho adequado e com um filtro de vazão suficiente. Além disso, ele precisa que o seu habitat tenha uma temperatura constante, o que exige um aquecedor com termostato. Outros pontos importantes são, uma alimentação de qualidade e iluminação que ajudem a criar um ciclo de noite e dia para o peixe.

Tendo esses cuidados básicos com seu animal, você estará garantindo muito mais qualidade de vida para seu betta. Em seguida, vamos mostrar mais a fundo como criar essas condições ideais

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta
Betta vermelho com listras azul

Montando o aquário ideal pro betta

Na hora de montar um aquário para seu betta, primeiro esqueça aqueles micro recipientes de 0,5 litros que você vê nos petshops. Manter um betta nessas condições é extremamente cruel.

Portanto, compre um aquário de pelo menos 18 litros, se você for manter apenas o betta. Se tiver companheiros no aquário, precisa ser muito maior. Use a regra do porte, para saber quantos litros são necessários, nesse caso.

Garantindo o tamanho certo, agora você pode decorar seu aquário da maneira que quiser. Comprar cascalho de rio é uma fácil e bonita maneira de deixar seu aquário mais bonito. Melhor ainda, é ter também algumas plantas, dando assim, um ar mais natural e confortável para o peixe.

O próximo passo é comprar uma filtragem adequada para o tamanho do seu tanque.

Filtragem para aquário de betta

Ao contrário do que todos dizem, o betta precisa, sim, de um filtro. Este aparelho vai ajudar a manter a água do seu aquário, limpa e adequada para seu peixe. Além disso, o filtro ajuda a dissolver mais oxigênio na água, possibilitando que o betta respire não apenas o ar atmosférico, mas também o dissolvido no aquário.

Para saber qual filtro comprar, os fatores mais importantes são o tamanho do aquário e a vazão do filtro. Sendo assim um filtro adequado deve ter vazão de 5 a 10 vezes o volume do seu aquário.

Então, um aquário de 20 litros deve ter um fluxo de pelo menos 100 litros por hora. Uma ótima recomendação é comprar um filtro hang-on, que são mais fáceis de instalar, baratos e muito eficientes.

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

Temperatura ideal para o peixe betta

Como todos os peixes, o betta precisa de uma temperatura relativamente constante para se manter saudável. Essa temperatura pode variar entre 22 e 30 graus Celsius, mas o melhor é se manter distante das extremidades.

O jeito mais eficiente de controlar a temperatura é usando um aquecedor com termostato. Esse aparelho irá manter a temperatura da água dentro da menor variação possível, mesmo que a temperatura do ambiente caía muito rapidamente.

Agora, se você mora em um lugar muito quente, pode ser necessário reduzir a temperatura, o aparelho para isso se chama chiller. Existem opções caseiras que também podem ajudar (como ventoinhas, garrafas de água congelada…), mas são muito mais difíceis de controlar e exigem mais manipulação pelo aquarista.

Como deve ser a iluminação para o betta

No caso dos bettas, a principal função da iluminação é criar o ciclo do dia e da noite, que possibilita a seu peixe, regular seu sono e outras atividades que são ligadas a passagem do tempo. Estabelecer esse ciclo é extremamente importante para qualquer peixe.

Quanto a qual luz comprar, não é uma grande preocupação. Só evite lâmpadas incandescentes, porque são muito ineficientes e esquentam demais. Lâmpadas leds são uma ótima opção, e não é necessário comprar lâmpadas muito potentes também, apenas compre uma que deixe seu aquário do jeito que você acha mais bonito.

Sobre a duração do período de luz, de 8 a 12 horas é mais do que suficiente, caso note excesso de alga surgindo no aquário, reduza um pouco o número de horas em que as luzes ficam ligadas.

Um ponto é, se o aquário do betta é plantado, use as regras de iluminação para aquário plantado. Plantas são muito mais exigentes com a luz do que os bettas.

Adaptação do betta no aquário

Bettas não gostam de mudanças bruscas nos parametros da água, e certamente, a água da loja onde você comprou seu peixe, não é igual a do seu aquário. Por isso, é necessário fazer a adaptação do betta, antes de colocá-lo na sua nova casa.

Para fazer isso, basta seguir estes passos:

O que bettas comem

Como já foi dito, o betta é um peixe carnívoro e na natureza se alimenta principalmente de insetos, larvas, ovos e outras presas. Por isso, sua alimentação deve ser extremamente balanceada, se você visa dar o máximo de qualidade de vida e saúde para seu peixe.

Felizmente, hoje em dia, temos muitos tipos de rações feitos especialmente para os bettas. Elas contém justamente a concentração e proporção de nutrientes ideal para essa espécie, garantindo assim, o máximo de benefício para seu animal. Algumas marcas indicadas são a Tetra e Sera.

No entanto, não é indicado dar sempre a mesma ração para o peixe, isso pode o deixar desestimulado a comer, e até causar algumas deficiências, caso a ração foque mais em um tipo de nutrientes. Para resolver isso, deve se alternar entre diferentes rações.

Além disso, o peixe betta se beneficia fortemente de alimentos vivos. Oferecer esse tipo de alimentação uma a duas vezes na semana, causará um impacto muito benéfico ao animal. Alimentos como artêmias são ideais, estimulam a mente e ajudam a dar uma aparência ainda mais impressionante a seu betta. Outras opções de alimentos vivos são larvas de besouro e bloodworm.

Diferenciando macho e fêmea

Na hora de escolher seu betta, é importante saber se você terá uma macho ou uma fêmea. Mas por que isso é relevante? Principalmente devido ao comportamento do macho em comparação com o da fêmea.

O betta macho é muito mais territorialista que a fêmea, por isso, ele não deve conviver com outros peixes bettas ou similares. Já as fêmeas, podem conviver com outras fêmeas da mesma espécie, além de outras espécies.

Mas então, como diferenciar entre macho e fêmea? Vamos aprender agora.

MachoFêmea
Nadadeiras e caudas mais longasNadadeiras e caudas mais curtas
Cores mais intensas e vibrantesCores menos brilhantes
Maior e corpo mais alongadoMenor e forma mais encorpada
Não tem tubo ovipositorPossui tubo ovipositor
Constrói ninho de bolhasNão constrói ninho de bolhas

Companheiros de aquário pro betta

Ao contrário do que dizem, o betta não precisa viver sozinho. Mas ele não é um peixe territorialista? Sim, o betta é mais agressivo que a média dos peixes, porém essa agressividade não é direcionada para todos os peixes da mesma forma. Dessa maneira, se você quer ter um peixe junto com seu betta, é preciso observar alguns pontos.

Se seu betta é macho: Os machos NUNCA podem viver com outros peixes bettas. Isso só gera estresse para os animais, além de poder gerar danos físicos. O Betta macho só pode viver com outras espécies que tenham aparência diferente da deles. Ou seja, peixes com caudas longas, cores parecidas ou da mesma ordem (anabantídeos) devem ser evitados.
Exemplos de companheiros para machos: Neon, Rodóstomo, coridoras, ampulárias e etc.

Se seu betta é fêmea: As fêmeas apesar de ainda serem um pouco agressivas, podem viver com outras fêmeas de betta. No entanto, é importante observar os exemplares, porque é comum que algumas fêmeas briguem entre si, e nesse caso, devem ser separadas. Além disso, elas podem ser colocadas com os mesmos peixes que os bettas machos. Ou seja, caudas curtas e aparência diferente das do betta.
Exemplos de companheiros para fêmeas: Outras fêmeas de betta, Neon, Rodóstomo, coridoras, ampulárias e etc.

Doenças e problemas mais comuns do betta

Apesar de serem peixes muito resistentes, e mesmo que você cuide perfeitamente deles, sempre existe a possibilidade do seu betta adoecer. Mas felizmente, a maior parte dos problemas tem tratamento. Alguns dos problemas mais comuns que você pode encontrar são:

Como manter seu betta saudável.

Para fazer seu betta viver bem e viver mais, é necessário cuidar do bem estar do seu animal e do ambiente em que ele vive. Portanto, projete o aquário ideal para o seu peixe, cuide da qualidade da água, alimente o betta do jeito certo e você terá um animal muito mais saudável que a média. Fora isso, observe sempre seu betta e trate logo qualquer sinal de doença.

Referências:

Rainboth, W.J., 1996. Fishes of the Cambodian Mekong. FAO species identification field guide for fishery purposes. FAO, Rome, 265 p.
National Center for Biotechnology Information – Betta splendens
Caring for Betta Fish – Marcus Song
The Spruce Pets – Siamese Fighting Fish

Autor: Rodrigo Matos é aquarista há mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Suas especialidades são aquários plantados e peixes bettas, porém têm experiência com aquários marinhos, aquários nanos, ciclideos, criação de neocaridinas, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Peixe Betta

Peixe betta laranja e azul
Peixe Betta
A impressionante origem do peixe Betta e como ele virou o peixe de briga

O peixe Betta é um dos peixes mais populares no mundo. Eles são originários do…

Continue lendo
Peixe Betta Vermelho
Peixe Betta
Quanto tempo vive um Peixe Betta

É bastante comum escutar de lojistas de aquário e até mesmo de aquaristas, que o…

Continue lendo
Betta triste no aquário
Peixe Betta
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?

Poucas coisas são mais tristes do que perder um peixe que nós gostamos muito. Ainda…

Continue lendo
Betta quieto
Peixe Betta
Meu betta está muito quieto. Por que acontece e o que fazer?

Você está achando seu betta muito parado, quieto ou simplesmente mais “devagar” do que o…

Continue lendo
Betta Nadando
Peixe Betta
Peixe betta pulando para fora do aquário. O que fazer?

O betta é um peixe lindo e de comportamento fascinante, no entanto eles também podem…

Continue lendo
Peixe Betta Colorido
Peixe Betta
Fotos de Betta – Os Mais Bonitos Peixes Betta (Azul, Vermelho, Preto…)

Não há dúvida que o Peixe Betta (Betta Splendens) é um dos peixes favoritos dos…

Continue lendo