Logo PeixeseAquarismo.com

Peixe betta perdendo a cor. Por que acontece e o que fazer?

Dentre os problemas que ocorrem com o betta, um dos mais comuns é ele aparentar estar perdendo sua cor. Isso acaba chamando muita atenção, já que essa espécie é famosa pelas suas cores exuberantes. Ver o azul claro ou rosa brilhante do seu betta, se tornando num tom mais esbranquiçado ou escuro, pode ser assustador para muita gente. Mas o que causa essa perda da cor do betta?

O peixe betta pode perder a intensidade da sua cor por muitas razões como estresse, machucados, doenças e até mesmo devido a idade. Por isso não se desespere imediatamente, caso note mudanças na coloração. Pode ser algo completamente normal, ou alguma condição muito fácil de se tratar. Como sempre, o estresse é um grande vilão, então é preciso atacar esses fatores estressantes que acabam minando a saúde do peixe. Vamos entender um pouco mais sobre todas as possibilidades que podem gerar esse alteração no peixe, e como tratar cada hipótese.

Mudanças na cor do betta. Como acontece

A coloração do Betta é definida pela sua genética e criadores estão misturando esses genes a mais de 100 anos. Por isso, temos tanta variações de cores e formatos.

Para entendermos resumidamente como esse padrão de cores funciona, é preciso entender que o betta tem 4 camadas de cor na sua pele. Uma camada iridescente, outra preta, uma vermelha e uma última amarela. Os genes do peixe definem quanto cada camada se sobressai e resulta na cor visível do peixe.

Esses elementos definem a cor do seu Betta, mas também existem outros fatores, mais ligados ao ambiente em que ele vive, que podem acabar alterando essa cor natural. No geral, essas alterações fazem com que seu peixe fique mais esbranquiçado ou mais escuro. Existem razões diferentes para alterações que tendem ao branco e para alterações que tendem a preto.

Possíveis causas para alteração anormais na cor

Como dito anteriormente, doenças e estresse são algumas das maiores causas de alteração na cor. No entanto, nem todo alteração é perigosa, é preciso tentar entender caso a caso e evitar se desesperar, pois existe uma grande chance de não haver nada errado com seu animal. No geral, mudanças que tendem a escurecer o peixe, tem menos chances de serem problemáticas. Mudanças que deixam seu peixe mais branco, precisar ser checadas com mais atenção. Também vale a pena lembrar, que após se recuperar de alguma lesão, por exemplo se o peixe sofreu desfiamento da cauda, a cor da área lesionada pode se recuperar diferente da original. Nesse caso poderíamos ter uma cauda recuperada mais clara ou escura.

Peixe betta ficando preto (escurecendo)

Se o seu peixe estiver ficando mais escuro, porém não apresentar nenhuma outra alteração problemática, como falta de apetite, letargia ou comportamento muito tímido, não é necessário se preocupar muito. É bastante comum, por exemplo, que bettas mais velhos percam parte da sua cor, ficando mais escuros do que quando jovem.

Caso note que seu peixe está se comportando de maneira estranha, existem algumas causas para escurecimento anormal do betta. A principal razão seria o estresse decorrente de diversos fatores, por exemplo:

  • TPAs grandes demais: Trocas parciais de água muito volumosa, modificam os parâmetros da água, por isso podem estressar seu peixe.
  • Companheiros de aquário não apropriados: peixes muito similares ao betta podem ser percebidos como adversários, aumentando consideravelmente o estresse do seu animal. Escolha apenas peixes que podem viver com o betta.
  • Poluição: é sempre um fator a ser considerado, portanto faça os testes de nitrito e amônia, para garantir que não são a causa da perda e cor.

Existem outros fatores estressantes para o betta, é necessário identifica-los caso a caso. Mas se essa for a razão da perda de cor, elimine o elemento gerador de estresse e a cor tende a voltar.

Peixe betta ficando branco

Quando temos uma alteração na cor, que tenda mais para o branco, é preciso ter um pouco de cuidado. Mudanças como essas podem ser indicadores de doenças. Não necessariamente é o caso, porque até o estresse pode ocasionar esbranquiçamento do animal, mas devido ao potencial maior de dano grave, recomenda-se uma inspeção total do animal. Alguma das principais causas para o betta esbranquiçar são:

  • Doença do algodão – É uma doença, que como o nome sugere, causa manchas ou tufos brancos no peixe. É uma infecção pelo fungo Saprolegnia. Felizmente é uma doença que tem tratamento. Portanto, se identificar que esta é a causa do seu peixe estar ficando branco, procure começar o tratamento imediatamente. Quanto mais cedo, mais fácil o tratamento. Este artigo (em inglês), explica em detalhes o tratamento.
  • Ictio – Uma doença muito comum, causada por um protozoário chamado Ichthyophthirius multifiliis. O peixe doente apresenta ponto brancos, principalmente nas nadadeiras. Machucados no corpo podem ser um sintoma, já que devido ao desconforto, o peixe pode se esfregar em pedras e decorações afim de aliviar a irritação. Com o tratamento certo, é uma doença totalmente curável. Para um tratamento em detalhe, veja esse artigo (em inglês). O produto abaixo também é altamente indicado no tratamento, e está disponível na Amazon:
  • Apodrecimento da cauda/corpo – Outro problema muito comum nos bettas, é o desfiamento da cauda. Isso pode ser causado por diversos motivos, desde estresse até traumas físicos. Mas em muitos casos, existe uma infecção bactriana ou fúngica na cauda. Se deixada sem tratamento, essa infecção pode se espalhar por todo o corpo e se tornar fatal para o peixe. Por isso, execute o tratamento imediatamente, após ver danos a cauda e barbatanas do betta.

Se você é uma pessoa que se preocupa com a saúde e bem estar do seu betta, quer evitar que ele adoeça e entende que ele merece tanto cuidado quanto um cachorro ou gato, eu recomendo este ebook para você. Criado pelo Pedro Imperatore, criador com mais de 20 anos de experiência, este livro tem o material necessário para manter seu peixe colorido, saudável e feliz. Além disso, você tem 30 dias para pedir seu dinheiro de volta, caso se arrependa. Essa garantia só é oferecida devido a qualidade do material disponibilizado.

Curso para criar betta
Curso Aquarismo de Água Doce
Curso On-line Completo de Aquarismo

Destacando a cor do seu betta com alimentação

Uma das melhores maneiras de manter, e até intensificar, as cores do seu peixe é lhe dar uma alimentação rica e especializada para o betta. Existem muitas rações especiais para essa espécie, mas é importante escolher as melhores marcas como Sera e Tetra. As rações abaixo, disponíveis na Amazon são algumas das melhores e alternar entre as duas pode fazer maravilhas pela saúde e coloração do seu peixe:

Ração PRODAC Betta Food 40g

Tetra Bettamin Pellets 29G

Fora a ração, dar artêmias uma vez por semana, acentuará muito as cores do seu peixe, além de o deixar mais feliz e saudável. Caso não tenha acesso a artêmias, outros alimentos vivos podem ser usados, como bloodworm ou larva de besouro de amendoim. É fundamental saber tudo sobre a alimentação do betta, para fazer com que seu peixe se desenvolva até seu máximo potencial.

Cuide do seu aquário e terá um betta saudável e com cores intensas

Trate com carinho e cuidado do seu betta. O mantenha num aquário de tamanho adequado, com uma boa filtragem, o alimentando com rações de qualidade e alimentos vivos. Além disso, não esqueça de executar TPAs periódicas, sempre utilizando um condicionador de qualidade como o Prime. E fique de olho em sinais de problemas no aquário, como espuma na água e excesso de algas.

Fazendo isso, seu peixe será muito mais saudável, feliz e terá cores exuberantes por muito mais tempo.

Quer que seu betta fique colorido e saudável? Quer um betta forte e resistente a doenças? Além disso, sabia que você pode fazer o betta viver até o dobro do tempo? No curso Peixe Betta Saudável você decubrirá como criar o Aquário Perfeito, Ter um Peixe Betta que Vive o Dobro do Tempo com Muito Mais Saúde e Energia, Sem Precisar Gastar Dinheiro com Equipamentos Desnecessários!

Curso do Peixe Betta Saudável

Publicado em 31 Maio, 2020

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Água Doce >

Coridora Albina
Coridoras. Cuidados, alimentação, longevidade e tudo mais sobre a espécie.
Água Doce
Ventoinhas
Como esfriar o aquário. Veja os 3 métodos mais eficientes.
Água Doce
Substrato de aquário
Como calcular quantidade de substrato para aquário
Água Doce
Peixes de aquário pequeno
Melhores Peixes para Aquários Pequenos. Conheça as Espécies.
Água Doce
Lago de carpas
Carpas. Tudo que você precisa saber para criá-las.
Água Doce
Aquário plantado
Aquário plantado. Tudo o que você precisa saber para montar um
Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Peixes em Aquário
Veja mais de 150 Nomes Para Peixes de Aquário e escolha o seu
Iniciante
Peixe Palhaço
Peixe Palhaço – Guia Completo com fotos. Aprenda como cuidar da espécie.
Peixes de Água Salgada
Otocinclus
Peixe Limpa Vidro – Otocinclus. Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Betta
Peixe betta boiando lateralmente. Ele está doente?
Doenças de peixes
algas no vidro
Peixes comedores de algas. Quais os melhores?
Algas
Platy
Peixe Plati/Platy: Guia com cuidados, fatos e características da espécie
Peixes de Água Doce