Logo PeixeseAquarismo.com

Camarões de Aquário – Tipos, reprodução e benefícios.

Todos nós gostamos de ter peixes exóticos nos nossos aquário, mas já pensou em ter algo ainda mais diferente? Se isso te interessa, criar camarões pode ser perfeito para você.

Os camarões de aquário possuem as mais diversas cores, formatos e tamanhos. O impacto deles na beleza do aquário é impressionante, mas além disso, também ajudam na limpeza e equilíbrio do aquário. Outro fator interessante, é que existem espécies muito fáceis, que podem ser criadas até por iniciantes.

Esses animais são incríveis de criar e são perfeitos para aquários plantados. Se reproduzem muito rapidamente, possibilitando criar colônias de centenas de camarões, tornando seu aquário ainda mais exuberante. Vamos aprender tudo sobre eles agora.

Camarões de Aquário
Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Benefícios dos camarões

Além de extremamente bonitos e exóticos, os camarões tem uma função muito interessante no aquário. Eles fazem parte do que chamamos de equipe de limpeza, assim como os caramujos, por exemplo.

A equipe de limpeza tem um impacto muito benéfico no seu aquário, pois são animais detritívoros, que ajudam a eliminar aqueles resíduos que poluem seu tanque, como restos de ração, pedaços de peixes mortos ou até plantas se decompondo.

Como eles são animais pequenos e que se deslocam por todo o aquário, podem chegar a lugares que nós não temos fácil acesso, ou que simplesmente não conseguimos ver. Evitando acumulo de poluentes naqueles cantos escondidos que nós nunca conseguimos limpar 100%.

Parâmetros dos camarões

As necessidades e parâmetros ideias mudam de acordo com a espécie do camarão, mas existe alguns pontos muito importantes. Eles costumam ser muito menos tolerantes a amônia do que os peixes, portanto é preciso manter seu aquário extremamente limpo, fazendo as trocas parciais com frequência. Além de todas as outras recomendações para manter a qualidade de água do seu aquário, como ter um filtro decente e não super popular o tanque.

Outro ponto muito importante, é que eles são extremamente sensíveis a metais na água. Alguns medicamentos e fertilizantes podem ter uma concentração muito grande de cobre ou ferro, o que pode prejudicar fortemente qualquer crustáceo, em especial os camarões e caramujos. Os danos podem ser desde parar a reprodução, até a morte e fim da colônia de camarões.

Caso precise usar algum químico que tem metais, sempre pesquise se ele é indicado para aquários de camarões. Apesar deles serem extremamente sensíveis a esses metais, em concentrações muito baixas, os camarões podem tolerar, desde que as doses sejam respeitadas.

Manter peixes e camarões no mesmo aquário

É possível manter peixes e camarões juntos, mas é sempre bom lembrar que, se um camarão cabe na boca de um peixe, provavelmente ele será comido. Então é melhor ter camarões com peixes pequenos e pacíficos.

Ainda assim, os filhotes são tão pequenos, que qualquer peixe poderia come-los. Isso prejudica muito o avanço da sua colônia. Aquários plantados ajudam nisso, porque possibilita que os filhotes se escondam entre as plantas.

Algumas das espécies mais criadas junto com camarões são:

  • Otocinclus
  • Coridora
  • Neon
  • Foguinho

Tipos de camarões de aquário

Existe uma grande infinidade de camarões que são criados em aquários de água doce, alguns mais comuns, outros mais raros, mas todos deixam seu aquário muito mais interessante.

Camarões como o Fantasma e Neocaridinas são muito fáceis para iniciantes, já o Caridina, por exemplo, é muito mais sensível. Além disso, temos o Pitu, que é muito agressivo e o Amano, que é nomeado em homenagem ao grande Takeshi Amano.

A escolha de qual espécie você quer criar, depende dos seus objetivos. Por exemplo, se você quer algo mais fácil de manter, se você quer cria-los sozinhos no aquário, que tipos de peixes deseja ter com eles… Todas essas características tem que ser analisadas, para você fazer a melhor decisão sobre qual camarão adquirir.

Camarão Fantasma

Um dos camarões mais comum no aquarismo é o camarão Fantasma. Macrobrachium jelskii. O nome vem do fato de seu corpo ser completamente transparente, uma característica evolutiva desenvolvida para fugir dos olhos atentos dos predadores.

Camarão Fantasma

É um camarão muito fácil de cuidar, inofensivo para os peixes e muito ativo, sempre aparecendo na hora da comida. Quando não estão sendo alimentados, muitas vezes se escondem em áreas mais reservadas do aquário, por isso é recomendado ter alguns locais protegidos para que eles possam descansar.

Sua alimentação é onívora, eles comem de tudo que encontram no aquário. Mesmo assim, é muito interessante os oferecer alimentos especiais para camarões, afim de os oferecer todos os nutrientes que eles precisam.

Apesar deles não atacarem os peixes, podem ser atacados por eles, caso sejam muito maiores que os camarões. Entre si, podem ser agressivos na hora da reprodução, e também pode acabar atacando camarões muito menores que eles, por isso, cuidado ao misturar com outras espécies, como os Neocaridinas.

Ficha da espécie:

  • Nome Científico: Macrobrachium jelskii
  • Nome: Camarão Fantasma
  • Comprimento: Até 5 cm
  • Expectativa de vida: 2 anos
  • Comportamento: pacífico
  • Temperatura da água: Entre 20º e 28º C
  • pH: 6.5-7.8

Camarão Neocaridina

Muito populares hoje em dia, os camarões Neocaridinas possibilitam ter espécies extremamente coloridas, mas que não exigem tantos cuidados quanto os Caridinas. Hoje em dia, podem ser a espécie mais popular no mundo todo, e temos dezenas e dezenas de cores, que vão desde levemente avermelhados, até azul brilhante.

Camarão neocaridina red cherry

Recomendado para iniciantes, pois são muito baratos, vivem em vários parâmetros e se reproduzem com muita facilidade. No entanto, nem todas as subespécies tem o mesmo preço, pois os mais baratos como o red cherry, pode ser vendido por valores baixíssimos, enquanto outras, como a blue dream, exigem um grande investimento.

Sua alimentação é onívora, se alimentando de tudo no aquário, inclusive plantas e animais mortos, no entanto, rações especiais fornecem nutrientes necessários para que eles vivam até a plenitude do seu desenvolvimento. Além disso, camarões bem alimentados se reproduzem muito mais facilmente, aumentando a colônia muito mais rápido.

São muito pacíficos e nunca atacam peixes, mas são muito pequenos, então podem ser atacados por peixes maiores ou muito agressivos. Por isso, eles vivem melhor em aquários exclusivamente dedicados a espécie, mas também conseguem viver em aquários comunitários, caso tenham bastante esconderijos. Outro ponto importante, é que não se deve misturar subespécies, já que com a reprodução, os filhotes tendem a perder sua cores características e desenvolver uma cor mais neutra.

Ficha da espécie:

  • Nome Científico: Neocaridina davidi
  • Nome: Camarão Neocaridina
  • Comprimento: Até 3 cm
  • Expectativa de vida: 1.5 anos
  • Comportamento: pacífico
  • Temperatura da água: Entre 18º e 27º C
  • pH: 6.5-7.5

Camarão Caridina

Muito similar ao Neocaridina, são um pouco maiores e tem alguns dos padrões de cor mais interessantes de todos os camarões de aquário. Não é tão popular quanto os neocaridinas, até mesmo porque são muito mais caros e consideravelmente mais sensíveis.

Camarão Caridina Red Crystal

Os caridinas não lidam bem com mudanças de parâmetros, por isso é extremamente necessário cuidar bem do seu aquário. Trocas de água regulares, afim de manter amônia e nitrito sempre em zero. No entanto, é preciso tomar muito cuidado para que a nova água não modifique os parâmetros como temperatura e ph do seu aquário. A temperatura do Caridina também é extremamente mais limitada que os neocaridinas, o que dificulta bastante cria-los em lugares mais quentes.

É um camarão mais recomendado para aquaristas experientes, que já aprenderam com outras espécies, as dificuldades de criar camarões. Por outro lado, para muitos criadores experientes, é a espécies favorita, devido aos seus padrões, tamanho e comportamento.

Ficha da espécie:

  • Nome Científico: Caridina cantonensis
  • Nome: Camarão Caridina
  • Comprimento: 3 cm
  • Expectativa de vida: 2 anos
  • Comportamento: pacífico
  • Temperatura da água: Entre 20º e 23º C
  • pH: 6.3-7.4

Camarão Pitu

É um camarão encontrado facilmente na natureza, estando presente em águas doces e salobras. No aquarismo, uma das características mais famosas da espécie é sua agressividade, por isso muitos desavisados compram o Pitu e notam, em seguida, que peixes começam a aparecer mortos no aquário. Por isso, é muito difícil manter pitus junto com outras espécies, quase inevitavelmente, você terá algumas fatalidades.

Camarão Pitu

Um grande problema é que quando novos, eles parecem muito com camarões fantasmas, e muitas vezes estão misturados nas lojas. Portanto, caso comece a notar que o seu camarão fantasma é na verdade um pitu, é recomendável separar o pitu para um aquário longe de peixes e outros camarões.

Caso você, mesmo assim, decida criar pitus com peixes, oferecer uma alimentação rica em proteína, pode reduzir um pouco a agressividade do camarão, diminuindo os ataques.

Sua reprodução é mais complicada que as outras espécies, e só ocorre em alga salobra. Além disso, eles tem uma reprodução primitiva, gerando larvas de nado livre, que são difíceis de alimentar. Tudo isso dificulta muito a reprodução do animal em aquários de hobbistas.

Ficha da espécie:

  • Nome Científico: Macrobrachium acanthurus
  • Nome: Camarão Pitu
  • Comprimento: Até 18 cm
  • Comportamento: pacífico
  • Temperatura da água: Entre 20º e 28º C
  • pH: 6.5-7.8

Camarão Malawa do Sulawesi

São outra espécie de camarões pequenos e extremamente resistentes. Além de pacíficos, são extremamente rápidos na reprodução. Seu corpo é levemente transparente com tonalidades que podem ser levemente marrons, azuis ou vermelhas.

Camarão Malawa Sulawesi

Apesar de não serem tão populares quanto os red cherry, também são muito baratos e resistentes, sendo uma outra ótima opção para iniciantes.

Um ponto muito positivo dessa espécie, é que podem ser misturados com neocaridinas, já que eles não se reproduzem entre si.

Ficha da espécie:

  • Nome Científico: Caridina pareparensis parvidentata
  • Nome: Camarão Malawa do Sulawesi
  • Comprimento: 2.5 cm
  • Comportamento: pacífico
  • Temperatura da água: Entre 20º e 28º C
  • pH: 6.5-7.5

Reprodução dos camarões

Tirando o pitu, todos os camarões dessa lista se reproduzem com muita facilidade e frequência, quando estão em condições ideais. Então, cuide do bem estar dos seus camarões e em pouco tempo você terá uma grande colônia.

Além disso, como alguns deles são muito pequenos, é importante tomar cuidado para eles não serem sugados pelos filtros do aquário (especialmente os filhotes. Muitas pessoas adicionam uma proteção de esponja em volta da entrada do filtro para impedir isso, outra opção e colchoar uma rede fina cobrindo a entrada.

Outra preocupação é se você mantém peixes junto com os camarões, infelizmente, quase toda espécie de peixe pode comer os filhotes de camarão, já que eles tem poucos milímetros de tamanho. Nesses casos, providencie muitos esconderijos e plantas no aquário, para que eles possam se esconder.

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 20 mar, 2021

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Camarões de Água Doce >

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Betta Amarelo
Como deixar o peixe betta feliz
Peixe Betta
piranhas
Peixes Carnívoros de Aquário: Piranhas e outras espécies predadoras
Peixes de Água Doce
Como alimentar seus peixes durante viagens
Quanto tempo os peixes podem ficar sem comer?
Iniciante
Peixe se esfregando
Peixe se esfregando na decoração e nas pedras. O que fazer?
Doenças de peixes
Betta no fundo do aquário
Peixe Betta parado ou deitado no fundo do aquário
Peixe Betta
Aquário Ácido
Como abaixar o pH do aquário: Veja como deixar seu aquário ácido
Água Doce