Logo PeixeseAquarismo.com

Camarão Red Cherry (Neocaridina davidi) – Tudo sobre a espécie

O camarão Red Cherry, que tem sua origem em Taiwan, é um camarão anão de água doce e um dos mais bonitos disponíveis para aquário. O Red Cherry, também conhecido como camarão Red Sakura, é uma das variedades coloridas dos Neocaridina davidi, possuindo coloração vermelha. Mas existem Neocaridinas azuis, amarelos, verdes…No caso dos Red Cherry, eles são sempre vermelhos, apesar de serem classificados por sua cor, recebendo graus de acordo com a intensidade e a porcentagem do seu corpo que é vermelha.

São animais fáceis de criar, que não requerem muito espaço e que são muito resistentes. Costumam se adaptar a quase todo tipo de aquário de água doce, apesar de viverem melhor em algumas condições específicas. Se reproduzem com muita facilidade e partindo de apenas pouco camarões, é possível se ter uma grande colônia em pouco tempo.

Ficha do Red Cherry / Neocaridina davidi

Nomes comunsCamarão Red Cherry, Camarão Sakura, Camarão Red Sakura, Camarão Cereja Vermelho
Nome científicoNeocaridina davidi, Neocaridina davidi var. red, Neocaridina heteropoda
Nível de dificuldadeFácil
TemperamentoPacífico
Temperatura23–29°C
pH6.5 – 8.0
Tamanho recomendado do aquário20 Litros
Expectativa de vida2 anos
Tamanho Adulto3 cm
AlimentaçãoOnívoro
Dureza da água4 – 14

A espécie

O mais popular camarão anão de água doce atualmente, o Red Cherry é um animal impressionante. Apesar de seu tamanho pequeno, ele pode ser a grande estrela do seu aquário, já que seu corpo vermelho brilhante chama a atenção de todos. Costumam ser criados em aquários plantados, onde suas cores vermelhas criam um lindo contraste com as plantas. Além disso, as plantas oferecem proteção, esconderijo contra predadores, e ainda ajudam a manter os parâmetros de água mais estáveis.

Costumavam se chamar Neocaridina heteropoda, mas o nome Neocaridina Davidi é mais recente e o correto atualmente. Além dos Red Cherry, também temos Neocaridina Davidi de muitas outras cores. No entanto, eles não devem ser criados juntos, pois as misturas entre cores, tendem a criar camarões mais transparentes ou com cores menos intensas.

Faz parte do que chamamos da equipe de limpeza do aquário, já que costumam entrar em todos os cantos mais escondidos para caçar restos de comida e sujeiras pouco acessíveis. Ajudando assim a manter seu aquário limpo e saudável.

Camarões Red Cherry

Classificação da Espécie

ClasseMalacostraca
OrdemDecapoda
FamíliaAtyidae
EspécieNeocaridina Davidi

Comportamento Típico

Esses pequenos camarões são muito ativos e podem ser vistos na maior parte do tempo, no fundo do aquário. Eles passam quase toda sua vida procurando algas e outras fontes de alimento, dessa maneira parecem estar sempre ocupados. Costumam se sentir mais confortáveis em grupos e quanto maior a quantidade de camarões, mais interessante seu comportamento fica.

Quando estão com medo ou ainda não acostumados com o aquário, tendem a passar boa parte do tempo no meio das plantas ou se escondendo em cavernas e buracos. Nesses casos, até suas cores podem ficar menos intensas, inclusive os deixando completamente transparentes em alguns casos. A medida que se sentem mais a vontade, você poderá vê-los pastando por todo o lado, pegando algas dos vidros, rochas e plantas. Além disso, voltam a ter suas cores exuberantes.

Como a maioria dos peixes podem se alimentar deles, em um aquário com peixes, seu comportamento pode ser mais tímido. Nesse caso, é preciso ter muitas plantas e esconderijos, para que eles possam procurar comida e se deslocar dentro da vegetação, sem ficar como algo fácil para os animais maiores do aquário. No geral, são muito pacíficos com todo tipo de ser vivo, mas podem haver disputas entre a espécie. É muito comum vê-los disputando pedaços de ração, ou tendo pequenas brigas quando estão tentando se reproduzir.

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Aparência do Red Cherry

Possuem uma aparência típica de camarão, com um nariz pontudo e quatro antenas. Além disso, seus olhos se destacam para fora em cada lado da face e têm três pares de pernas abaixo da boca, que usam constantemente para ajudar a se alimentar. No corpo, têm 5 pares de pernas que usam para se deslocar.

Dentre os diferentes tipos de Red Cherry, nós temos o que chamamos de gradações. Eles são definidas de acordo com a intensidade do vermelho e a porcentagem do corpo coberta. Algumas das mais famosas são:

Camarão Red Cherry (“Cherry Grade”) – É o mais famoso e comum, onde uma grande porcentagem do corpo é transparente, com manchas e vermelhas. Existem um tom meio avermelhado, mas não muito intenso. Os machos podem ser quase transparentes.

Camarão Sakura Red – As fêmeas são quase totalmente vermelhas, com algumas áreas levemente transparentes. As pernas podem ter faixais vermelhas ou terem pequenas manchas nesta cor. Os machos são mais transparentes, não muito diferente dos Red Cherry comuns.

Camarão Fire Red – Quase 100% vermelho, todo o corpo e pernas tendem a ser vermelhos. Nas pernas podem haver algumas manchas incolores, mas devem ser quase totalmente coloridas. As selas podem ser vistas em algum indivíduos, no entanto não são mais tão fáceis de notar. Os machos, podem ser quase tão coloridos quanto as fêmeas.

Camarão Painted Fire Red – Nesse grau, a coloração dos camarões fica sólida e vermelha. É quase impossível visualizar a sela e os ovos da fêmeas, já que o corpo é tão opaco que não permite isso. Inclusive as pernas, devem ser totalmente coloridas. Os machos tem coloração muito semelhante as fêmeas, podendo ser um pouco menos vermelhos.

Red Cherry em detalhes

Tamanho e condições do aquário

São animais muito pequenos frequentemente colocados em aquários nanos (muito pequenos). Ainda assim, o mínimo recomendado seriam 20 litros de água para começar a criá-los. Caso a colônia comece a crescer, pode ser necessário um aquário maior. Além disso, um bom motivo para ter um aquário maior, é que fica mais fácil controlar a estabilidade dos parâmetros da água. Isso é importante já que esses camarões são sensíveis a substâncias como amônia e nitrito.

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

Justamente por essa sensibilidade, também é muito importante ter um filtro no aquário. Na verdade, nem precisa ser um filtro muito forte, já que eles poluem muito pouco a água. Mas ainda assim é necessário ter alguma filtração biológica para dar conta dos detritos produzidos. Outro ponto que é preciso destacar é que não se deve usar um filtro que possa sugar os camarões ou seus filhotes. A melhor opção, segundo muitos criadores, é um filtro de esponja. Caso use um filtro Hang On normal, vale a pena colocar uma esponja (ou uma rede) na ponta que suga a água do aquário.

É extremamente recomendável ter plantas em um aquário para camarões, elas os ajudam a se sentir mais a vontade devido a semelhança com seus habitats naturais. Além disso, elas possuem outras funções muito importantes, já que são bons esconderijos para se proteger de predadores, e também prendem rações e outras fontes de comida nas suas folhas, possibilitando aos camarões alcançarem esses alimentos, sem ter que competir com os peixes. Os musgos são muito úteis nesses casos e são muito utilizados por criadores de camarões.

Alimentação

Basicamente, comem de tudo e você não terá problemas para os fazer aceitar nenhuma espécie de comida. São ótimos comedores de algas e passarão o dia inteiro buscando por elas no aquário. Na natureza, se alimentam de material vegetal e animal, como algas, pequenos microrganismos e plantas que estão se deteriorando.

É recomendável também oferecer alguma ração, em especial as feitas para camarões. Isso ajudará muito caso você queira que eles se reproduzam rapidamente. Mas procure sempre dar rações de marcas famosas e de qualidades, para manter a saúde do seu animal

Caso deseje, eles também podem comer legumes e alguns vegetais, portanto é muito comum vê-los sendo alimentados com cenoura, espinafre, pepino, dentre outros. Mas sempre cozinhe ou ferva esses alimentos antes, isso ajuda a evitar a contaminação da água.

Como são animais sensíveis, evite deixar excesso de comida jogado pelo aquário. Caso eles não tenham comido tudo em até 2 horas, tente retirar o máximo dos restos que conseguir, para evitar que a água fique suja. Quanto a frequência, as recomendações variam, alguns criadores recomenda uma vez por dia, outros 3 vezes por semana, dentre outros regimes. Na minha experiência, 3 vezes por semana é suficiente, já que eles passaram a maior parte se alimentando das algas do aquário. No entanto, observe sua colônia e altere a frequência de acordo com o desenvolvimento dela.

Que peixes colocar com os camarões Red Cherry / Neocaridina davidi

Esses pequenos animais são muito pacíficos, eles não tem praticamente nenhuma maneira de se defender de outros predadores, exceto por se esconder e fugir. Dessa maneira, eles nunca irão atacar um peixe, não importa o tamanho, mas o contrário é muito comum. Devido ao seu tamanho, praticamente qualquer peixe pode em algum momento atacá-los.

Sabendo disso, se você quiser otimizar sua colônia de camarões, sem nenhuma perda e com uma multiplicação máxima, o ideal é manter apenas camarões. no aquário. Assim eles se reproduzirão mais rápidos, e ficaram sempre mais visíveis, sem ter que se esconder todo tempo atrás de plantas e rochas.

No entanto, existem algumas espécies que conseguem viver com eles com sucesso, com nenhum ou quase nenhum ataque ocorrendo no dia a dia. Embora pequenos acidentes possam ocorrer, eles dificilmente prejudicarão sua colônia. Ainda assim, mesmo com essas espécies de peixe, é muito recomendável ter bastante plantas no aquário, já que os filhotes são tão pequenos, que podem ser comidos por todas as espécies de peixe, não importa quão pequenos.

Algumas das espécies mais recomendadas para viver com camarões são coridoras (especialmente as anãs) e limpa-vidro, já que essas duas espécies simplesmente nunca comerão um camarão adulto, e com os filhotes, se fizer isso, será por acidente. Outra opção aceitável são pequenos tetras, mas os muito pequenos mesmo, como o caso do Tetra Foguinho. Outros peixes pequenos como Tetra Neon, Tetra Glowlight e Guppys também são boas opções, mas os filhotes serão sempre alvos, e precisam ter muitos esconderijos.

Uma outra opção é os manter com outros invertebrados, como por exemplo, caramujos e outros camarões. Dessa maneira você poderá ter um aquário com 3 ou 4 espécies de animais, sem correr o risco de perdas por ataque. Quanto a caramujos, eles podem viver com qualquer um, mas com camarões não é bem assim. Camarões maiores podem tentar os atacar, por isso é recomendado usar outras espécies de camarões anões. Uma boa opção são os camarões Malawa e os Caridinas. Eles também pode viver com outras variações de Neocaridina Davidi (azul, preto, amarelo, etc.), mas se corre o risco de os filhotes nascerem incolores, devido a mistura de cores entre os pais.

Distribuição na Natureza

Os camarões Neocaridina Davidi são originalmente de Taiwan (também podem ser encontrados na China e Vietnã), onde vivem até hoje em lagos e riachos da região com vegetação densa. Mas o interessante é que na natureza, eles não costumam ser coloridos, pelo contrário, são transparentes e com alguns pontos ou listras de tonalidades mais escuras. As cores (vermelha no caso do Red Cherry), só surgiram através de anos e anos de reprodução controlada, com a intenção de intensificar essa característica nos animais.

Diferenciar entre macho e fêmea

É relativamente fácil fazer essa diferenciação entre indivíduos adultos, no entanto, quando filhotes é praticamente impossível. Dessa maneira, espere até que eles tenham alguns poucos meses de vida antes de tentar diferenciar os machos e fêmeas. No caso dos Neocaridina Davidi, o macho é sempre menor que a fêmea, além disso, ele não possui cela, como as fêmeas possuem quando estão férteis.

Outro fator que pode ajudar a diferenciar, é que os machos costumam ter cores menos intensas e seu corpo não costuma ser todo colorido. A diferenciação por cor costuma ser mais difícil em indivíduos de grau alto, como por exemplo os camarões Painted Fire Red.

Reprodução do Red Cherry / Neocaridina

Eles se reproduzem muito facilmente, portanto isso ocorre naturalmente, na maioria das vezes. Desde que você forneça tudo que eles precisam para viver, eles simplesmente vão se reproduzir. Ainda assim, existem ações que você pode tomar para facilitar o processo, aumentar a velocidade com que sua colônia cresce.

Os camarões Neocaridina Davidi atingem a maturidade sexual entre 4 e 6 meses de vida, ou seja, nessa fase, você já pode começar a preparar as condições ideias para reprodução. Algumas ações que você pode tomar são:

  • Prepare o aquário ideal para reprodução, em outras palavras, coloque muitas plantas e de preferência para um já ciclado.
  • Aumente a temperatura para 28 graus, já que temperaturas mais altas estimulam sua reprodução.
  • Selecione por volta de 10 machos e fêmeas, para que aumente suas chances de algumas ficarem grávidas.
  • Forneça rações ricas em proteínas para que fiquem em condições de reprodução.
  • Quando as fêmeas estiverem prontas para reproduzir, elas soltaram hormônios na água, que são responsáveis por atrair os machos. Então, eles irão as encontrar e acasalarão
  • Quando elas estiverem grávidas, será possível observar os ovos abaixo da sua cauda (caso seu corpo seja pelo menos levemente transparente.)
  • Os filhotes nascerão em torno de 30 dias e não precisam ser separados dos pais, inclusive eles já nascem prontos para nadar e se alimentar sozinhos. Dessa maneira, nessa primeira fase da vida, eles irão se alimentar de algas e biofilme encontrados no aquário.
  • A medida que eles crescerem, naturalmente passarão a aceitar ração como os mais velhos.

Camarões Red Cherry / Neocaridina Davidi são uma boa opção para meu aquário?

Essas animais são adoráveis, com cores brilhantes, comportamento ativo e muito curioso, portanto eles dão vida a qualquer aquário. Se você quer deixar seu aquário mais exótico, já tem um ambiente ciclado e com parâmetros bem estabelecidos, esses pequeninos podem ser uma ótima opção para você. Só vale lembrar que eles não suportam muito bem amônia e nitrito, além disso deve se tomar muito cuidado com a escolha de companheiros de aquário para eles. Fora isso, encha seu aquário de plantas, deixe o sempre limpo e evite peixes grandes! Fazendo isso, você terá uma ótima casa para os Red Cherry.

Publicado em 29 jun, 2022

Autor: Rodrigo Matos é aquarista há mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Suas especialidades são aquários plantados e peixes bettas, porém têm experiência com aquários marinhos, aquários nanos, ciclideos, criação de neocaridinas, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Camarões de Água Doce >

Lagosta Filtradora
Lagosta filtradora (Atya gabonensis) – Tudo sobre a espécie
Camarões de Água Doce
Camarão de Aquário
Camarões de Aquário – Tipos, reprodução e benefícios.
Camarões de Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Otocinclus
11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário
Peixes de Água Doce
água ficando verde no aquário
Água do aquário ficando verde. Veja por que acontece e como resolver.
Algas
Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Aquário cristalino
Como cuidar de um aquário? 12 dicas para ter o aquário perfeito
Iniciante
Água da torneira
Pode colocar água da torneira no aquário?
Manutenção do aquário
Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta