Logo PeixeseAquarismo.com

Rodostomus / Tetra Rodóstomo (Hemigrammus rhodostomus): Tudo Sobre

Um dos mais famosos Tetras, o Rodostomus é extremamente popular em aquários plantados e comunitários. É um peixe pequeno mas de aparência marcante, devido a sua cabeça vermelha. Além disso, seu corpo é prateado, gerando um contraste muito bonito com a cabeça. É um peixe de cardume, que mostra toda sua beleza e comportamento ativo, apenas se mantido com outros da mesma espécie.

Forma um dos cardumes mais bonitos para aquário, já que os membros costumam estar sempre juntos e bem próximos. Se sentem muito a vontade em aquários densamente plantados e com outros peixes pacíficos. No entanto, tome cuidado com peixes muito grandes, pois podem os considerar como alimento.

Ficha do Tetra Rodostomus

Nomes comunsTetra Rodóstomo, Rodostomus
Nome científicoHemigrammus Rhodostomus
Nível de dificuldadeFácil à moderado
TemperamentoPacífico
Temperatura24°C – 30°C
pH5.5 – 7.0
Tamanho recomendado do aquário80 Litros
Expectativa de vidaAté 4 anos
Tamanho Adulto5 cm
AlimentaçãoOnívoro
Dureza da águaAté 8

A espécie Rodostomus

Esse peixe de água doce é um favorito dos aquários, até mesmo entre iniciantes, que ficam atraídos pelo seu “nariz” vermelho. No entanto, ele é um peixe que pode ser sensível a mudanças bruscas de parâmetros na água. Ele continua sendo um peixe simples de cuidar, mas é preciso evitar erros quanto a estabilidade da sua água.

Sua popularidade é merecida, já que é um peixe muito bonito e pacífico. Em um aquário plantado, suas cores brilhantes vão criar o contraste perfeito com as plantas. Além disso, é perfeito para aquários comunitários, devido a seu comportamento totalmente pacífico. Porém, ele também exige companheiros pacíficos, para poder viver sem estar constantemente sob estresse.

É um peixe de cardumes, portanto deve estar sempre acompanhado de mais indivíduos da mesma espécie. Caso esteja sozinho, ou em grupo pequeno, suas cores serão menos intensas, e se tornará um peixe muito mais tímido e inativo. Tendo suas necessidades atendidas, você terá um peixe pacífico, fácil de manter e que nadará por toda a extensão do aquário.

Rodostomus nadando

Classificação da Espécie

ClasseActinopterygii
OrdemCharaciformes
FamíliaCharacidae
EspécieHemigrammus rhodostomus

Comportamento Típico

O Rodostomus ficará quase todo tempo nadando junto com o seu cardume, formando um grupo muito mais próximo e coeso do que o Tetra Cardinal, por exemplo. Além disso, até mesmo suas cores ficam mais bonitas quando estão nadando juntos. Quanto mais membros no cardume, mais naturais suas cores e seu comportamento ficam.

Eles gostam de nadar por todo o aquário, e por isso mesmo precisam de um aquário relativamente grande, em comparação com o tamanho da espécie. São peixes ativos que passaram a maior parte do tempo nadando no meio do aquário, podendo eventualmente descer ou subir para buscar alimentos.

Se estressados, podem se esconder entre plantas, rochas ou qualquer outro esconderijo que achar, além disso, também podem acabar perdendo suas cores, especialmente o vermelho na cabeça. Quando a fonte de estresse é removida, suas cores e comportamento natural regressam.

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Aparência do Rodostomus

Possuem o corpo prateado, com a cabeça vermelha, tão característica da espécie. Além disso, possuem uma nadadeira caudal com manchas brancas e pretas. Em geral, tem duas faixas pretas na parte de cima e na parte de baixo da nadadeira caudal, e uma faixa preta central. As demais nadadeiras, são transparentes. Seu corpo é fusiforme costuma ter em média 5 cm na fase adulta.

Rodostomus contra cascalho de rio

Condições Ideais para um aquário com Rodostomus

Estes são peixes muito ativos, que gostam de nadar por todo o aquário, além disso são peixes de cardume. Portanto necessitam de um aquário de pelo menos 80 litros, de preferência mais comprido do que alto. Isso fará com que você possa ter um pequeno cardume da espécie, sem nenhum problema. Porém, fique atento, pois se o cardume ficar muito grande ou você tiver outras espécies juntos, pode ser necessário um tanque maior.

Plantas também ajudaram o Rodostomus a se sentir muito mais em casa, já que isso torna o seu aquário mais parecido com seu habitat natural. Peixes Tetras adoram ter plantas para se esconder, fugindo de predadores, luzes intensas ou barulhos fortes, dessa maneira, um aquário plantado contribui muito para o bem estar do seu peixe. Fora que as plantas também contribuem para deixar a água mais limpa.

Além disso, eles precisam do mesmo que qualquer outra espécie. Aquecedores com termostatos, filtros para manter o aquário limpo, e além disso, é preciso manter os parâmetros da água estáveis. A temperatura deve se manter 24 e 30 graus Celsius e o pH entre 5.5 e 7.0. Quanto menos esses valores variarem, melhor para o peixe.

Alimentação para o Tetra Rodostomus

Alimentação de qualidade é uma necessidade para qualquer espécie de peixe, portanto isso também vale para o Rodostomus. Na verdade, esse é um dos principais fatores para manter a saúde dos seus peixes. Os Rodostomus são peixes omnívoros, portanto na natureza comem insetos, outros pequenos animais, pedaços de plantas, ou qualquer outra coisa que caibam na boca deles. Desde que tenha algum valor nutricional.

Em aquários, temos disponíveis diversas rações de qualidade, que contém os mesmos nutrientes que esses peixes estão acostumados na natureza. Dessa maneira, você pode usá-las como uma forma simples de oferecer ao seu peixe tudo que ele precisa. Além disso, se possível, uma ou duas vezes por semana, ofereça também comida viva, como artêmia ou dafnias. Elas deixaram seu peixe muito mais animado e saudável, devido a variação na dieta e a fonte extra de proteína.

Procure alimentar seu Rodostomus duas vezes ao dia em pequenas quantidades. Isso é muito melhor do que o alimentar apenas uma vez, em grande quantidade, pois evita desperdício. Qualquer alimento deixado no aquário sem ser consumida, produz substâncias que acabam poluindo a água.

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

Que peixes manter com Tetra Rodostomus

Eles são peixes muito pacíficos, portanto não importunarão nenhuma outra espécie no aquário. No entanto, eles sim podem sofrer com investidas de outras espécie, logo evite os colocar com peixes muito agressivos. Isso é importante porque mesmo que os outros peixes não os machuquem, apenas a importunação constante já pode estressar o Rodostomus. Também evite peixes muito grandes, já que podem os perceber como comida e devorá-los.

No geral, eles se dão bem com a maioria dos peixes pequenos, pacíficos e de água ácida. Algumas opções clássicas são Tetra Neon, Tetra Foguinho, Acarás Bandeira, Rasbora Arlequim, Barbos Cereja e etc. Outra boa opção é os colocar com peixes de fundo, como Coridoras e Otocinclus. Além disso, serão ótimos com caramujos e camarões. No entanto, lembre que no caso de camarões, eles não devem importunar os adultos, mas podem comer os filhotes, já que são muito pequenos.

Neons e Rodostomus nadando juntos
Neons com Rodostomus no fundo

Distribuição na Natureza

O Hemigrammus rhodostomus é originário da América do Sul, principalmente Brasil e Venezuela. Eles vivem em rios afluentes, principalmente na região dos rios Amazonas e Orinoco. As águas costumam ser marrons, com taninos originados a partir da decomposição dos materiais orgânicos como troncos e raízes. Além disso, o leito desses rios costuma ser macio e arenoso, com áreas plantados espalhadas e muitos esconderijos em rochas e troncos. Essas águas possuem pH ácido e temperatura levemente elevada, como é comum nessas regiões.

Diferenciar entre macho e fêmea

Muito é discutido sobre a diferenciação entre macho e fêmea nessa espécie. A verdade é que é muito difícil diferenciar entre os dois, e algumas fontes dizem que é impossível. No entanto, em geral as fêmeas costumam ter o ventre mais volumoso. Essa característica pode ser usada para ajudar a descobrir quais são as fêmeas em um grupo, já que devem ter as barrigas mais roliças em comparação com os machos.

Reprodução do Rodostomus

A reprodução pode ser um pouco difícil, já que é difícil definir o sexo das espécies. Idealmente, você deve ter em torno de seis machos e seis fêmeas no aquário de reprodução. Dessa maneira, você otimizará suas chances de ter uma quantidade boa de alevinos. Outro ponto importante na hora de começar esse processo, é ter a águas nos parâmetros perfeitos. Ou seja, amônia e nitrito zerados e temperatura adequada. Aqueça o aquário até 28 graus Celsius e espere a desova o correr.

Ter plantas vai ajudar muito a reprodução, já que as fêmeas costumam desovar perto delas. Quando ela soltar os ovos, o macho os fecundará. Para ajudar nisso, o ideal é ter uma rede perto do fundo, quer permita que os ovos passem por ela, mas não deixe os adultos chegar até o fundo. Isso é importante pois eles podem acabar comendo os ovos. Justamente por esse motivo, logo após o acasalamento acabar, deve se retirar os adultos do aquário.

Os ovos vão eclodir após 24 horas, e depois de 6 dias os alevinos já devem estar nadando. Eles são fáceis de alimentar, sendo assim, devem aceitar qualquer comida típica para alevinos. Quando eles estiverem com um tamanho similar aos dos adultos, já pode ser introduzidos ao aquário principal.

Referências

Nomura, H., 1984. Nomes científicos dos peixes e seus correspondentes nomes vulgares. In H. Nomura (ed.). Dicionário dos peixes do Brasil. Editerra, Brasília, Brasil: 27-63.

Lima, F.C.T., L.R. Malabarba, P.A. Buckup, J.F. Pezzi da Silva, R.P. Vari, A. Harold, R. Benine, O.T. Oyakawa, C.S. Pavanelli, N.A. Menezes, C.A.S. Lucena, M.C.S.L. Malabarba, Z.M.S. Lucena, R.E. Reis, F. Langeani, C. Moreira et al. …, 2003. Genera Incertae Sedis in Characidae. p. 106-168. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.

Index to Organism Names: ION – Hemigrammus rhodostomus Ahl 1924

California Academy of Science (Eschmeyer’s Catalog of Fishes) – Rhodostomus, Hemigrammus

Publicado em 24 jun, 2022
Categorias:

Autor: Rodrigo Matos é aquarista há mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Suas especialidades são aquários plantados e peixes bettas, porém têm experiência com aquários marinhos, aquários nanos, ciclideos, criação de neocaridinas, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Peixes de Água Doce >

Otocinclus
11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário
Peixes de Água Doce
Melanotaenia Neon
Arco Íris Neon, Melanotaenia Neon (Melanotaenia praecox): Tudo sobre
Peixes de Água Doce
Acará Bandeira
Acará Bandeira (Pterophyllum scalare). Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Acará bandeira
Peixes de aquário para iniciantes: TOP 17 espécies para você escolher
Peixes de Água Doce
Colisa Chuna
Colisa Chuna, Colisa Mel (Trichogaster Chuna) – Tudo sobre a espécie
Peixes de Água Doce
Peixes Coloridos
Peixes Coloridos – 18 espécies para encher seu aquário de cor
Peixes de Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Otocinclus
11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário
Peixes de Água Doce
água ficando verde no aquário
Água do aquário ficando verde. Veja por que acontece e como resolver.
Algas
Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Aquário cristalino
Como cuidar de um aquário? 12 dicas para ter o aquário perfeito
Iniciante
Água da torneira
Pode colocar água da torneira no aquário?
Manutenção do aquário
Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta