Logo PeixeseAquarismo.com

Peixes mais resistentes para aquário – Veja as melhores opções

Dentro do hobby do aquarismo, existem muitos tipos de peixes, dos mais fáceis aos mais difíceis de serem mantidos. Por isso, principalmente se você for um iniciante, é muito interessante saber as espécies mais resistentes.

Dentre as espécies resistentes de peixes de aquário temos: betta, paulistinha, coridora e os poelicideos, como platy, guppy e espadas. Além disso, algumas espécies de tetra (neons, mato grosso) também são muito adaptáveis a diversas condições.

Estes são ótimos peixes para iniciantes, porque toleram mudanças de parâmetros e condições não ideais. Outro peixe muito resistente é o Kinguio (peixinho dourado), mas apesar de ser tolerante a diversas condições de água, ele necessita um aquário muito grande. Infelizmente, ele costuma ser mantido em aquários muito pequenas, o que afeta sua saúde e o torna menos resistente.

Mas o que é considerado um peixe resistente?

Quando dizemos que um peixe é resistente, estamos falando principalmente de como ele reage a um cenário não ideal no aquário. Todo peixe tem condições ideais que devem ser seguidas para manter seu bem estar, no entanto, existem espécies que são mais tolerantes a variações nesse ideal. E justamente esses peixes, nós dizemos ser resistentes.

Lista de peixes resistentes para aquário

A boa notícia é que temos inúmeras espécies que são consideradas fortes e adaptáveis, muitas vezes sendo consideradas como perfeitas para iniciantes. Mesmo que esses peixes sejam mais resistentes, eles também precisam de cuidados, então a lista a seguir da mais detalhes sobre as características de cada uma dessas espécies.

Peixe Betta

Um dos peixes mais famosos do mundo, também é um dos mais resistentes. Ele é tão adaptável, que consegue sobreviver até com baixíssimas quantidades de oxigênio dissolvido na água. Muitas vezes é mantido em aquários minúsculos, sem filtro e sem alimentação adequada, mas ainda assim, muitas vezes vivem anos.

No entanto, apesar de resistentes, peixes bettas não devem ser mantidos nessas condições. Quando estão em um aquário adequada, eles ficam muito mais bonitos, com cores mais brilhantes, caudas mais longas e se torna um peixe muito mais ativo.

Betta peixe resistente
Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Deve ser mantido em um aquário de pelo menos 18 litros, com um aquecedor (temperatura entre 22 e 30 graus Celsius) e um filtro adequado para o volume do aquário.

Outro detalhe importantes é que um peixe betta macho nunca deve ser mantido com outro peixe betta macho. Para iniciantes, é recomendado manter um betta macho sozinho em seu próprio aquário.

Seguindo essas dicas e mantendo uma alimentação saudável para bettas, você terá um super peixe, muito bonito e saudável.

Paulistinha

Peixe de cardume muito ativo e resistente, deve ser mantido em grupos de pelo menos 5 indivíduos. É extremamente barato nas lojas e muito tolerante a parâmetros de água diferentes.

Apesar de ser um peixe muito pequeno, devido ao seu comportamento, deve ser mantido em um aquário não muito pequeno, já que ele estará sempre se movimentando por todo o comprimento do tanque.

Paulistinha Peixe Resistente

Para viver em condições ideais, ele precisa de um aquário de mais ou menos 90 litros, com temperatura de 18 a 28 graus Celsius. Além disso, é um peixe onívoro, que aceita diversos tipos de rações, mas que também se beneficia muito de alimentos vivos como artêmia.

Neons

Outro peixe altamente popular, tetra neons são pequenos, mas extremamente bonitos. Com suas cores brilhantes, encantam aquaristas iniciantes e experientes da mesma forma, sendo uma das espécies favoritas para aquários plantados.

Neon peixe resistente

É um peixe de cardume e deve ser mantido em grupos de pelo menos 5 indivíduos. Devido ao seu tamanho diminuto, produzem muito pouca poluição para o aquário. É um peixe ativo, que em condições ideais, deve ter um aquário de mais ou menos 50 litros e com temperatura entre 24 e 30 graus Celsius.

É um peixe onívoro, que aceita rações com muita facilidade, mas se beneficia muito de alimentos vivos.

Mato Grosso

Outro peixe maravilhoso da família dos tetras, o Mato Grosso é um peixe de coloração avermelhada, extremamente ativo. Deve ser mantido em um cardume de pelo menos 5 indivíduos.

Mato Grosso peixe resistente

Por ser um peixe muito ativo e curioso, pode mordiscar peixes lentos com caudas longas, mas raramente causa dano considerável. É extremamente resistente e deve ser mantido em aquários de mais ou menos 50 litros. A temperatura deve estar entre 20 e 30 graus Celsius.

É uma espécie onívora que aceita rações, mas alimentos vivos semanalmente melhoram muito a qualidade de vida do animal.

Coridora

Um dos mais famosos peixes de fundo, a coridora não é apenas resistente, mas também é uma espécie de comportamento exótico e muito interessante de assistir no aquário.

Tende a ficar no fundo procurando por comida, mas em alguns momentos também assume um nado quase errático, onde fica indo e voltando da superfície do aquário para o fundo.

Coridora peixe resistente

Para manter seu comportamento natural, deve ser mantido em grupos de pelo menos 3 indivíduos. Em relação a alimentação, deve-se oferecer rações de fundo, que afundam na água, ao invés de boiar na superfície.

O aquário ideal para a espécie deve ter pelo menos 50 litros e a temperatura deve estar entre 24 e 30 graus Celsius.

Platy

Peixe da família dos poelicideos, extremamente resistente. É um peixe ativo e de coloração muito forte. Deve ser mantido em grupos com uma proporção de duas ou três fêmeas para cada macho.

São pacíficos e se reproduzem com muita facilidade, então cuidado com a superlotação do aquário, já que alguns poucos peixes podem gerar dezenas e até centenas de filhotes.

Platy peixe resistente

Deve ser mantido em aquário de pelo menos 50 litros, com temperatura entre 18 e 28 graus Celsius, além de comer rações com facilidade e gostar muito de alimentos vivos.

Guppy

Outro peixe da família dos poelicideos, é muito apreciado pelas suas cores e caudas com diversos padrões. É um peixe muito pequeno, porém resistente e deve ser mantido em um aquário de pelo menos 36 litros.

Quanto a temperatura, ela deve estar entre 17 e 28 graus Celsius, sempre sendo mantida no mesmo nível com a ajuda de um termostato.

Guppy peixe resistente

Se reproduz com muita facilidade, e pode em pouco tempo causar uma superpopulação devido a reprodução desenfreada.

Espada

Mais uma espécie de poelicideos, muito similar ao platy. O macho possui uma cauda alongada (origem do nome) muito marcante. As fêmeas por não possuírem a “espada” podem se facilmente confundidas com platies.

A manutenção desse peixe é muito similar a dos platies, precisam de um aquário de pelo menos 50 litros, aceitam ração e se beneficiam muito de alimento vivo. A temperatura deve ficar entre 22 e 28 graus Celsius.

Espada peixe resistente

Assim como os outros poelicideos, também se reproduzem com muita facilidade, então superpopulação é uma preocupação.

Kinguio

O Kinguio é um dos peixes mais populares em todo o mundo, com origem na Ásia, é criado a centenas de anos. É um peixe muito resistente, que sobrevive a condições extremas, podendo viver em lagos quase congelados no inverno. No entanto, costumam sofrer muito em aquários, já que muitas vezes são criados em recipientes pequenos, sem filtro e sem manutenção adequada.

Para criar esse peixe você deve ter um aquário de pelo menos 120 litros, já que o peixe pode chegar até a incríveis 5o centímetros e a temperatura precisa ficar entre 10 e 28 graus Celsius.

Kinguio peixe resistente

Apesar de ser onívoro, tem tendência a preferir alimentação vegetal, portanto devem ser oferecidas rações especiais para a espécie, além de spirulina, como fonte de vegetais.

Sua expectativa de vida chega a 20 anos, então é um peixe que cria uma relação muito duradoura com o aquarista, o que é mais um motivo para se cuidar ainda mais do bem estar desse peixe tão especial.

Peixes resistentes também precisam de cuidados

Essa lista mostrou espécies que toleram as mais diversas condições de água, apesar disso, um bom aquarista não quer apenas que seus peixes sobrevivem, ele quer que eles vivam muito bem, em condições ideais.

Portanto, mesmo que seus peixes sejam resistentes, sempre procure saber as condições ideais para a espécie e procure seguir as recomendações, assim como fazemos com cachorros, gatos ou qualquer outro pet. Peixes devem ser tratados com a mesma responsabilidade que temos com os outros animais sob nossos cuidados.

Fazendo isso, você sempre terá peixes saudáveis e felizes, além de um aquário limpo bonito, que o que todos desejamos.

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 14 mar, 2021

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Categorias:

Mais sobre Peixes de Água Doce >

piranhas

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Betta Amarelo
Como deixar o peixe betta feliz
Peixe Betta
piranhas