Logo PeixeseAquarismo.com

Aquapaisagismo: O que é, estilos e como começar.

O aquapaisagismo está para os aquários assim como a jardinagem está para os vasos de plantas. Em vez de conchas e cascalho, os amantes do aquapaisagismo hoje procuram desenvolver sua arte aquática com troncos, plantas vivas, rochas e peixes.

Como qualquer outro hobby, a prática precisa de dedicação, tempo e pesquisa. É preciso entender os conceitos básicos de nutrição de plantas, peixes e química da água, dentre outras coisas. 

Neste artigo, compartilharemos com você uma visão mais clara do aquapaisagismo. Iremos desde uma introdução básica até o desenvolvimento de diferentes paisagem aquáticas. Sem mais delongas, vamos começar!

O que é aquapaisagismo?

Nos últimos tempos, cada vez mais pessoas estão adotando a arte do aquascaping (aquapaisagismo). 

O aquapaisagismo é definido como a configuração, decoração e organização de um conjunto de elementos, incluindo, mas não se limitando a, pedras, rochas, plantas aquáticas e troncos, de uma maneira artesanal para gerar um aspecto esteticamente mais agradável no aquário.

O paisagismo aquático, como também é conhecida a prática, permite o aquarista se expressar por meio de espécies fascinantes e organismos aquáticos visualmente atraentes. 

No entanto, desenvolver o aquário perfeito não é uma tarefa simples; requer dedicação, porém, acaba sendo divertido e recompensador ao final. 

Muitos de nós trabalhamos por longas horas e costumamos estar expostos a muita pressão. Depois de um dia de trabalho, um aquário não só o lembra de fazer uma pausa, mas também de descontrair e relaxar enquanto apreciamos uma vista aquática de tirar o fôlego.

Diferentes estilos de paisagismo aquático

Semelhante a outras formas de arte, o aquapaisagismo permite uma variedade de estilos e abordagens. Cada indivíduo tem diferentes preferências, expectativas e desejos em relação aos seus tanques de peixes. 

A seguir compartilharemos os estilos mais populares, cada um definido por seus próprios recursos e características exclusivas.

Aquapaisagismo Natural

Também conhecido como estilo natural, o aquapaisagismo natural foi desenvolvido pela primeira vez por um japonês, Takashi Amano, no final dos anos 90.

É bem caracterizado por uma sensação e aparência puramente naturais, imitando paisagens reais no aquário através de troncos e pedras como peça central.

Aquapaisagismo Selvagem

O estilo selvagem é mais adequado para iniciantes, pois é um dos mais fáceis de desenvolver. 

Como o nome sugere, o resultado deve se assemelhar à aparência descontrolada de uma selva. Uma das características mais prevalentes nesse estilo é que a vegetação não é podada, portanto, torna-se bastante densa com o tempo.

Aquário Selvagem
Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Aquapaisagismo holandês

Por volta da década de 1930, o estilo holandês de paisagismo aquático surgiu e se tornou popular, especialmente com o anúncio inaugural de equipamentos para aquários. O estilo se concentra, principalmente, na cor, textura e altura de várias plantas.

Pode parecer uma estética fácil de alcançar, mas honestamente, o estilo holandês requerem um amplo conhecimento de diferentes plantas para desenvolver uma paisagem esteticamente agradável.

Aquário Holandês

Aquapaisagismo Iwagumi 

Ao contrário do estilo holandês que incorpora apenas o uso de plantas, o paisagismo Iwagumi é estruturado a partir do desenvolvimento de um arranjo/posicionamento cuidadoso de pedras e troncos.

A configuração geral do estilo Iwagumi compreende o uso de três pedras; a maior referida como o Grande Buda, e duas peças menores conhecidas como as pedras auxiliares. 

Aqui, o importante adicionar pedras com a mesma textura e cor, e desenvolver um senso de harmonia e unidade no aquário.

Aquário Iwagumi

Passo a Passo: Como iniciar sua jornada no Aquapaisagismo? 

Etapa 1: Escolhendo o tanque

De antemão, determine o tamanho de um aquário que você utilizará, além do estilo que deseja reproduzir. 

Tente imaginar como será o design final, levando em consideração os diferentes tipos de materiais a sua disposição, como pedras e troncos. Além disso, considere as peças da flora e da fauna que estarão presentes no seu aquário.

Etapa 2: Adicionando o substrato (rochas e areias)

O substrato adicionado irá variar de acordo com o estilo de aquapaisagismo que você deseja aderir. 

Normalmente, o cascalho e a areia não suportam o crescimento das plantas; assim, os solos mais férteis funcionam perfeitamente. Obtenha solo com alto teor de nutrientes e mantenha um pH ligeiramente ácido ou neutro para aumentar o crescimento saudável das plantas.

Etapa 3: Optando por decorações

Novamente, a seleção dos elementos de decoração irá variar de acordo com o tipo de estética que você está tentando alcançar. A maioria das paisagens com elementos físicos são compostas por pedra, troncos e rocha.

Etapa 4: Adicionando a água

A água deve ser despejada com cuidado para garantir que o substrato não seja deslocado. 

Existem várias maneiras de adicionar água. Você pode, por exemplo, posicionar uma pequena tigela acima do substrato e despejar a água lentamente. Além disso, você pode optar por encher o aquário lentamente com um sifão ultrafino.

Etapa 5: Cultivando plantas

Algumas espécies são ótimas para começar um novo aquário porque, conforme elas crescem, as raízes se moldam bem para se adequar às necessidades de nutrição e substrato.

Você pode colocar plantas no substrato usando uma pinça. Além do mais, elas devem ser empurrados para baixo quase uma polegada no solo para evitar que se soltem.

Se quiser criar um aquário com plantas mais sofisticadas ou em grande quantidade, vale a pena investir em conhecimento sobre aquários plantados.

Etapa 6: Organizando itens para fins estéticos (A tarefa principal)

Em vez de posicionar uma madeira diretamente no centro do tanque, tente colocá-la fora do centro, ou talvez em um canto, pois cria uma sensação de contraste e tensão. 

Colocar uma segunda decoração na outra extremidade cria uma lacuna atraente. Às vezes, deixar espaço de fora também funciona bem, dependendo do estilo que você deseja explorar. 

Em vez de se apressar para preencher as áreas vazias em seu ambiente aquático, verifique se isso está de acordo com seu projeto geral de alguma forma. 

Etapa 7: Adicionando os peixes

A espécie selecionada é baseada no gosto e preferência de cada um. A única coisa que você precisa garantir é que os peixes não ficarão grandes demais para o seu aquário. 

Quando estiver tudo pronto para adicionar alguns peixes, você não deve apenas inseri-los diretamente no aquário. Em vez disso, deixe-os se aclimatar com as condições da água.

Para isso, você precisa colocar o saco em que foram trazidos em seu aquário por cerca de 10 minutos.

Após isso, você pode adicionar, gradualmente, uma pequena quantidade dessa água no saco com um intervalo de 5 minutos até que ele esteja cheio e, em seguida, solte-os no aquário.

Considerações finais

Todo o processo de aquapaisagismo pode parecer difícil de realizar porque você deve encontrar o equilíbrio perfeito entre criatividade e alguns princípios químicos/biológicos. 

Mas, em suma, não é tão difícil se você seguir aos princípios básicos. Como qualquer trabalho criativo, o paisagismo aquático depende amplamente de informação e da imaginação. Use este artigo como guia para criar uma experiência excepcional! 

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 19 set, 2021

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Água Doce >

Aquário Ácido

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Aquário Ácido