Logo PeixeseAquarismo.com

Peixes de Ph Ácido: 15 espécies para você escolher

Na hora de escolher a fauna do seu aquário, muitos fatores tem que ser levados em conta. Um dos principais, é a faixa de PH adequada para os peixes. Por isso, se seu aquário apresenta uma água ácida, você precisa escolher apenas animais que sejam originalmente dessa faixa.

Criar uma espécie no ph errado vai afetar a saúde e a qualidade de vida do seu animal. Além de que é uma tortura para o peixe. É muito comum dizer no mundo do aquarismo, que peixes nessa situação não estão vivendo, estão apenas sobrevivendo.

Mas será que ter como opção, apenas peixes de água ácida é muito limitante? Na verdade não, muito pelo contrário. A quantidade de espécies adequadas para água ácida é gigante e com certeza tem tipos de animais interessantes para todos os gostos. Além disso, existem animais com uma faixa de ph tão extensa, que vivem bem em águas ácidas e alcalinas, como por exemplo os camarões neocaridinas.

Diferentes níveis de água ácida

É preciso lembrar também, que nem todo peixe vive em qualquer nível de acidez. Uma água ácida está dentro da faixa de 0 a 6.9 de ph, mas a maioria dos peixes vive melhor em um pequeno intervalo dentro dessa faixa. Por exemplo, existem peixes que gostam de águas super ácidas, com valor de ph por volta de 4.0. Já alguns outros, gostam apenas de águas ligeiramente ácidas de 6.6 a 6.9. Então é preciso não apenas entender se seu peixe é de água ácida ou alcalina, mas também qual o nível de acidez que ele prefere.

É possível comprar um teste de PH diretamente no Amazon:
Prodac Teste De Ph

15 espécies de peixes de água ácida:

1. TETRA MATO GROSSO – Peixe de cardume muito fácil de cuidar. Extremamente resistente e com tonalidade avermelhada muito bonita. Costuma ser mantido em aquários comunitários, apesar de poder se tornar levemente agressivo e territorialista. Mantenha sempre em cardumes de pelo menos 5 indivíduos, afim de não despertar sua agressividade com outros peixes. Funciona muito bem com aquários plantados.
Nome cientifico: Hyphessobrycon eques
Ph: 5.0 – 7.8
Temperatura ideal (°C): 22 a 26
Tamanho adulto: 4.5 cm

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta
Tetra Mato Grosso


2. TETRA NEON, TETRA CARDINAL – Um dos peixes mais populares do mundo. O Tetra Neon é ao mesmo tempo discreto e brilhante. Muito usado em aquários plantados, pois suas cores complementam muito a das plantas. Seu diminuto tamanho também não representa nenhuma ameaça para outros peixes, portanto é muito comum em aquários comunitários. É um peixe de cardume, então sempre o mantenha com 5 ou mais exemplares da mesma espécie.
Nome cientifico: Paracheirodon axelrodi
Ph: 4.6 – 6.2
Temperatura ideal (°C): 23 a 27
Tamanho adulto: 4 cm

Tetra Neon Cardinal


3. TETRA NEON NEGRO – Assim como o Tetra Cardinal, é uma ótima opção para aquários plantados, devido ao contraste entre suas cores e as plantas. É um peixe de cardume e necessita conviver com pelo menos mais 4 peixes da mesma espécie. São um ótimo peixe para aquários comunitários, mas evite o colocar com peixes muito grandes, que podem acabar os comendo.
Nome cientifico: Hyphessobrycon herbertaxelrodi
Ph: 5.5 – 7.5
Temperatura ideal (°C): 23 a 27
Tamanho adulto: 4 cm

Tetra Neon Negro


4. RODÓSTOMO – Peixe muito interessante, que forma um cardume muito conciso. Costumam sempre estar todos muito próximos e se movendo com bastante sincronia no aquário. Além do seu nariz vermelho marcante, seu comportamento é uma das principais razões para se adquirir esse peixe. Mantenha em cardumes de pelo menos 5 elementos.
Nome cientifico: Hemigrammus rhodostomus
Ph: 5.5 – 7.0
Temperatura ideal (°C): 23 a 29
Tamanho adulto: 5 cm

Rodóstomo


5. TETRA FOGUINHO – Muito chamativo devido ao seu tamanho minúsculo e cor intensa. É um peixe de cardume, então para que tenha seu comportamento natural e cores intensas é preciso manter em um grupo de pelo menos 6 peixes da mesma espécie. Devido ao seu tamanho diminuto, é preciso tomar muito cuidado com os companheiros de aquário. Peixes maiores podem acabar os devorando.
Nome cientifico: Hyphessobrycon amandae
Ph: 5.5 – 7.0
Temperatura ideal (°C): 20 a 28
Tamanho adulto: 2 cm

Tetra Foguinho


Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

6. TETRA GERMAN KAISER – Outra espécie de cardume, recomenda-se manter com 10 peixes da mesma espécie. Peixe ativo, nada tímido e de tamanho muito pequeno. Devido a isso, muito cuidado ao colocar com peixes maiores. Se ele couber na boca da outra espécie, provavelmente será devorado.
Nome cientifico: Hyphessobrycon elachys
Ph: 6.0 – 7.2
Temperatura ideal (°C): 24 a 27
Tamanho adulto: 2 cm

Tetra German Kaiser


7. TETRA TUCANO – Mais um dos peixes pequeninos. Recomenda-se cardume de 10 peixes, para que tenham comportamento natural e menos timidez. Ótimo para aquários plantados e algumas pessoas até os mantém com camarões caridinas e neo caridinas, pois devido ao seu tamanho, não atacam os adultos (porém os camarões filhotes ainda podem ser alvos)
Nome cientifico: Tucanoichthys tucano
Ph: 4.5 – 6.6
Temperatura ideal (°C): 22 a 28
Tamanho adulto: 2 cm

Tetra Tucano


8. TETRA TANICTS – Pequenos e coloridos, dão vida a qualquer aquário. Peixe de cardume, colocar em grupos de pelo menos 6 peixes. Assim apresentará seu comportamento natural e coloração mais viva.
Nome cientifico: Tanichthys Albonubes
Ph: 6.0 – 7.5
Temperatura ideal (°C): 20 a 28
Tamanho adulto: 3 cm

Tetra Tanicts


9. TETRA NEGRO – Muito resistente, é um peixe de cardume com coloração escura, fazendo um ótimo contraste com plantas num plantado. Forme grupos com pelo menos 6 exemplares, para observar seu comportamento natural. Evite colocar com peixes muito menores, pois ele pode mordisca-los.
Nome cientifico: Gymnocorymbus ternetzi
Ph: 6.0 – 7.0
Temperatura ideal (°C): 20 a 28
Tamanho adulto: 6 cm

Tetra Negro


10. TETRA OLHO DE FOGO – Peixe muito ativo, que prefere tanques mais escuros, como os amazônicos. Manter em cardumes de 6 a 8 peixes ajuda a mantê-lo com seu comportamento natural e também evita que mordisque outras espécies.
Nome cientifico: Moenkhausia sanctaefilomenae
Ph: 6.0 – 7.9
Temperatura ideal (°C): 22 a 28
Tamanho adulto: 7 cm

Tetra Olho de Fogo


11. MOCINHA – Muito famoso no país por ser um ótimo erradicador de caramujos. Ótimo para um aquário comunitário. Apesar de não ser muito colorido, tem uma aparência selvagem muito distinta, acrescentando muito a qualquer fauna.
Nome cientifico: Characidium fasciatum
Ph: 5.5 – 7.4
Temperatura ideal (°C): 18 a 28
Tamanho adulto: 6 cm

Mocinha



12. TETRA GLOWLIGHT – Peixe de cardume, deve ser mantido com pelo menos 8 da sua espécie, para apresentar seu comportamento natural. Possuí um visual exótico, especialmente pela sua listra brilhante na lateral do seu corpo.
Nome cientifico: Hemigrammus erythrozonus
Ph: 6.0 – 7.5
Temperatura ideal (°C): 23 a 28
Tamanho adulto: 4 cm

Tetra Glowlight


13. CASCUDO – Com muitos formatos, cores e padrões a família dos cascudos é uma ótima aquisição para qualquer aquário ácido, desde que seja grande. Já que a maioria dos cascudos cresce consideravelmente.
Nome cientifico: Familia Loricariidae
Ph: 6.0 – 7.5
Temperatura ideal (°C): 20 a 28
Tamanho adulto: 14 – 58 cm

Cascudo


14. RAMIREZI – Esse ciclídeo anão é um dos peixes mais bonitos do aquarismo de água doce. De comportamento relativamente pacífico, pode ser um pouco territorialista com peixes da mesma espécie. É importante oferecer muita comida vida, já que costuma ter problemas para acostumar com ração.
Nome cientifico: Microgeophagus ramirezi
Ph: 6.0 – 7.2
Temperatura ideal (°C): 26 a 28
Tamanho adulto: 6 cm

Ramirezi


15. TETRA BLACK PHANTOM – Peixe muito interessante, que forma um cardume muito conciso. Costumam sempre estar todos muito próximos e se movendo com bastante sincronia no aquário. Além do seu nariz vermelho marcante, seu comportamento é uma das principais razões para se adquirir esse peixe. Mantenha em cardumes de pelo menos 5 elementos.
Nome cientifico: Hyphessobrycon megalopterus
Ph: 5.5 – 7.0
Temperatura ideal (°C): 22 a 28
Tamanho adulto: 4 cm

Tetra Black Phantom


Como acidificar a água do seu aquário

Existem produtos específicos para manter o nível de ph do seu aquário, são os famosos tamponadores. Porém, eles podem apresentar alguns pontos negativos. A começar pelo fato de que você terá que comprá-los para sempre, caso o ph do seu aquário dependa deles.

A maneira ideal de chegar no seu ph desejado, é projetar seu aquário com elementos que contribuam para deixar sua água na faixa adequada. Dessa maneira, até se você usar um tamponador, ele funcionará muito mais facilmente. Alguns métodos para abaixar o ph do seu aquário são:

  • Use muitos troncos: Troncos tem uma ótima capacidade de acidificar as águas, além de serem ótimas opções de decoração. Mas procure usar troncos tratados para uso em aquários, ou podem deixar sua água com uma tonalidade chá preto.
    É possível adquirir troncos direto na Amazon:
    Tronco Natural M
  • Injete CO2: Aquários plantados costumam usar CO2 para incentivar a fotossíntese das plantas. Mas um efeito secundário é que a água fica mais ácida. Caso você queira um aquário plantado e ácido, o CO2 vai ser seu melhor amigo.
  • Use folhas de amêndoa secas: São acidificantes naturais, muito usadas em aquários amazônicos. Também podem ser usadas por motivos estéticos, já que têm um visual interessante.

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 5 jun, 2020

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Categorias:

Mais sobre Água Doce >

Aquário Ácido
Como abaixar o pH do aquário: Veja como deixar seu aquário ácido
Água Doce
Aquário
Como elevar o pH do aquário: Aprenda a deixar o pH alcalino
Água Doce
Aquário e aquapaisagismo
Aquapaisagismo: O que é, estilos e como começar.
Água Doce
TPA
Troca parcial de água: Como limpar seu aquário?
Água Doce
Coridora Albina
Coridoras. Cuidados, alimentação, longevidade e tudo sobre a espécie.
Água Doce
Ventoinhas
Como esfriar o aquário. Veja os 3 métodos mais eficientes.
Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta
Melanotaenia Neon
Arco Íris Neon, Melanotaenia Neon (Melanotaenia praecox): Tudo sobre
Peixes de Água Doce
Betta quieto
Meu betta está muito quieto. Por que acontece e o que fazer?
Peixe Betta
Acará Bandeira
Acará Bandeira (Pterophyllum scalare). Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Acará bandeira
Peixes de aquário para iniciantes: TOP 17 espécies para você escolher
Peixes de Água Doce
Colisa Chuna
Colisa Chuna, Colisa Mel (Trichogaster Chuna) – Tudo sobre a espécie
Peixes de Água Doce