Logo PeixeseAquarismo.com

Como cuidar de um aquário? 12 dicas para ter o aquário perfeito

Para quem está começando, manter um aquário limpo, saudável e cristalino é um grande desafio. Muitas pessoas acabam apenas comprando os equipamentos, alguns peixes, sem nunca pesquisar sobre como cuidar de um aquário. Infelizmente, a maioria das vezes isso dá errado. Mas com certeza, apesar da dificuldade, ter um aquário é uma experiência muito gratificante.

Se você está tendo problemas na hora de montar ou manter um aquário, atitudes como usar condicionadores de água, fazer testes regulares e evitar alimentar em excesso podem fazer toda a diferença. Um aquário bem cuidado vai ser mais limpo, mais bonito e muito mais fácil de cuidar.

Portanto, não desista e continue lendo para aprender tudo o que você precisa saber sobre como manter seus peixes em um ambiente bonito e bem cuidado.

12 Dicas para ter um aquário limpo e saudável

Para conseguirmos atingir essa meta, precisamos focar em 3 áreas: manter a água limpa, os parâmetros estáveis e os peixes saudáveis. Por isso, levantamos uma lista com 12 passos, que se você seguir com disciplina, conseguirá ter êxito nessas três áreas tão essenciais para qualquer aquário de sucesso. Então, vamos aprender como cuidar de um aquário!

Tratar a água antes de colocar no aquário

Esse é um dos pontos mais fundamentais, já que a água que você colocar no seu aquário, tem que ser adequada para os peixes. Isso significa que você não pode adicionar água diretamente da torneira. A água que chega nas nossas casas pode ter cloro, cloramina e até metais pesados. Todas essas substâncias prejudicam muito os peixes. Por isso, devemos usar um bom condicionador de água para aquários. Esses produtos removem as substâncias nocivas aos peixes de maneira rápida e eficiente.

Invista em um bom filtro

O filtro é sem dúvida o equipamento mais importante do aquário. Ele movimento a água, facilitando as trocas gasosas, aumentando assim, a concentração de oxigênio. Ou seja, ele é fundamental para a respiração dos peixes. Mas não é apenas isso, o filtro remove da água partículas sólidas que são responsáveis por deixar a água turva. Além disso, o filtro também é onde vive boa parte das bactérias benéficas do aquário. Essa colônia de bactérias transforma substâncias tóxicas que estão na água, como amônia e nitrito, em Nitrato que é muito menos prejudicial. Por isso, é fundamental escolher um filtro de qualidade, eficiente e que tenha uma vazão de 5 a 10 vezes o volume de água do aquário.

Aquário limpo

Ciclar o aquário

Um dos maiores erros dos iniciantes é montar um aquário e no mesmo dia já adicionar os peixes. O resultado disso é quase inevitável, muitos peixes mortos e água muito suja. Isso acontece porque as pessoas não sabem que precisar ciclar o aquário antes de adicionar peixes. O processo de ciclagem é como garantimos que a colônia de bactérias benéficas do aquário cresça, antes de colocar os seus peixes.

Um aquário que não foi ciclado ainda não tem bactérias suficientes para degradar toda a amônia e nitrito que os peixes geram, logo temos um aquário sujo, cheio de substâncias nocivas. Essas condições levam à água turva e peixes doentes. O tempo de ciclagem demora em torno de 30 dias, mas caso queira saber mais, leia nosso artigo sobre como ciclar o aquário.

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

Teste sempre a água do aquário

Para saber como cuidar de um aquário, precisamos conhecer muito bem a água do mesmo. A única maneira de sabermos se a água está adequada ou não, é através dos testes. Existem uma infinidades de testes nas lojas para testar praticamente todos os parâmetros do aquário. Os mais importantes, especialmente para os iniciantes são os testes de amônia, nitrito e pH.

A amônia e o nitrito são as principais substâncias que aparecem quando seu aquário está sujo, e elas são extremamente tóxicas para seus peixes. Já o pH é como sabemos o nível de acidez ou alcalinidade da água, isso é importante porque cada peixe tem uma faixa de pH em que deve viver.

Portanto, tenha esses testes para saber se seus peixes estão vivendo em águas adequadas para eles.

Mantenha os parâmetros sempre estáveis

Outro ponto importante, é que a saúde dos peixes é muito afetada por mudanças rápidas de parâmetros. Ou seja, mudanças muito grandes e rápidas em pH, e até mesmo na temperatura, podem ser fatais para seus peixes. Portanto, evite adicionar substância que possam alterar o pH da sua água, ou mudar seus peixes para aquários com valores diferentes. Evite também mudanças bruscas de temperatura, isso é possível utilizando um aquecedor com termostato para manter a temperatura constante.

Aclimatar os peixes antes de introduzi-los no aquário

Justamente por que eles são tão sensíveis a mudanças de parâmetros, é sempre preciso aclimatar os peixes antes de inseri-los em um novo aquário. Por isso, quando você ganhar ou comprar um novo peixe, deve sempre fazê-lo se acostumar com a temperatura e parâmetros do seu aquário, antes de inseri-lo.

Para fazer isso, você deve colocar o saquinho que vem com seu novo peixe boiando dentro do seu aquário, por mais ou menos 20 minutos. Assim, você aproximará as temperaturas do saco e do aquário. Após isso, a cada 5 ou 10 minutos deve se retirar cerca de 100ml de água de dentro do saquinho e substituí-la com água do aquário. Fazer isso umas 5 vezes já deve ser o suficiente para acostumar seus peixes a nova condição.

Acarás Bandeira

Após a aclimatação, seus peixes já podem ser liberados no aquário. No entanto, existem espécies que são tão sensíveis, que exigem muito mais tempo de aclimatação. É o caso dos Discos por exemplo. Portanto sempre pergunte e pesquise sobre como aclimatar a espécie dos seus peixes novos.

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

Escolha peixes compatíveis com seus parâmetros

Antes mesmo de comprar seus peixes, logo depois da ciclagem, você deve testar sua água e descobrir seus parâmetros. Isso é importante porque os peixes que você for escolher, devem poder vivem bem no seu aquário. Portanto, se seu aquário é alcalino (ph maior que 7), deve ter apenas peixes que vivem bem nessa faixa. O mesmo vale para aquários ácidos (pH menor que 7).

Escolha peixes compatíveis entre si

Além de serem compatíveis com os parâmetros do aquário, os peixe também têm que ser compatíveis enter si. Ou seja, peixes muito territoriais, geralmente não podem viver com outros muito territoriais. Por isso, que bettas machos não podem viver juntos. Além disso, quase sempre, peixes muito grandes não podem viver com peixes muito pequenos, já que os pequeninos virarão comida cedo ou tarde. Por isso, quando estiver escolhendo seus peixes, sempre pergunte ou pesquise quais espécies são compatíveis com eles.

Não tenha excesso de peixes no aquário

Outra fonte muito comum de problemas no aquário é quando compramos muitos peixes para a quantidade de litros do aquário. Quanto mais peixes, mais sujeira vamos produzir no aquário, dessa maneira, amônia e nitrito crescem descontroladamente, sujando o aquário e adoecendo os peixes. Além disso, muitos peixes no aquário significa mais brigas e disputas por territórios. Em outras palavras, seu aquário fica fadado ao fracasso. Se quiser saber mais, temos um artigo sobre como calcular a quantidade de peixes que podemos ter no aquário.

Evite dar comida em excesso para seus peixes

O excesso de comida também contribui muito para sujar o aquário e adoecer seus peixes. As pessoas costumam ter muito medo de dar pouca comida para seus peixes e os matarem de fome, mas na verdade, é muito mais fácil de adoecer seu peixe por excesso de comida do que por falta.

Peixes conseguem passar vários dias sem comida, por outro lado, a água pode ficar extremamente suja com apenas um dia de alimentação em excesso. A ração que sobra na água rapidamente se transforma em amônia, poluindo seu aquário. Além disso, os peixes que comem em excesso defecam mais no aquário, também ajudando a sujar a água.

Portanto, ofereça apenas o quanto seus peixes podem comer. Uma boa regra geral é: Se os peixes demoram mais de 3 minutos para acabar com a ração, você está dando comida demais e deve reduzir. Coloque uma quantidade que possa ser consumida nesses 3 minutos.

Faça TPAs frequentemente

Afim de manter o aquário limpo para seus peixes é importante, uma vez por semana, executar uma Troca Parcial de Água. Ou seja, você deve retirar cerca de 10% a 20% da água do aquário, e substituir por água nova. Isso garante que você está toda semana retirando um pouco de água “suja” do aquário e adicionado um pouco de água limpa.

Esse processo é fundamental para cuidar de um aquário e para manter os níveis de Amônia, Nitrito e outras substâncias nocivas, controlados. Raramente alguém que não faz TPAs tem um aquário saudável e bem estabilizado.

Regule a quantidade de luz no aquário

Nunca deixa a luz do aquário ligada 24h por dia. A luz em excesso incentiva o crescimento das algas, que podem tomar todo seu aquário, caso não sejam controladas. Por isso, deixa a luz do aquário ligada por não mais do que 8 horas por dia. Dependendo do seu aquário, esse período pode ter que ser maior, ou menos. É preciso observar, se as algas estiverem crescendo muito, deve se reduzir a quantidade de horas.

Mantenha um aquário de qualidade

Agora você já sabe como cuidar de um aquário! Toda essa lista, visa deixar seu aquário mais limpo e seus peixes mais saudáveis. Mas para isso, não bastar ler o artigo, é preciso colocá-lo em prática. Portanto, siga os passos com disciplina e cuidado, e certamente você terá aquários cada vez mais bonitos, com peixes vivendo por muitos anos.

Publicado em 17 out, 2022

Autor: Rodrigo Matos é aquarista há mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Suas especialidades são aquários plantados e peixes bettas, porém têm experiência com aquários marinhos, aquários nanos, ciclideos, criação de neocaridinas, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Iniciante >

Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Como alimentar seus peixes durante viagens
Quanto tempo os peixes podem ficar sem comer?
Iniciante
Peixes de aquário pequeno
Os Melhores Peixes para Aquário Pequeno em 2023
Água Doce
betta colorido
Peixe betta macho e fêmea. Podem ficar juntos?
Água Doce
algas verdes
Algas verdes no aquário. Causas e como eliminar?
Água Doce
Fauna aquário
Quantos peixes posso colocar em um aquário? Como calcular.
Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Otocinclus
11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário
Peixes de Água Doce
água ficando verde no aquário
Água do aquário ficando verde. Veja por que acontece e como resolver.
Algas
Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Aquário cristalino
Como cuidar de um aquário? 12 dicas para ter o aquário perfeito
Iniciante
Água da torneira
Pode colocar água da torneira no aquário?
Manutenção do aquário
Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta