Logo PeixeseAquarismo.com

Acará Bandeira (Pterophyllum scalare). Tudo sobre a espécie.

O Acará Bandeira é uma das espécies mais populares do aquarismo, sendo amado por ambos iniciantes e aquaristas experientes. Suas nadadeiras longas, corpo em formato triangular e personalidade marcante são algumas das características que transformaram esse peixe em um queridinho dos aquários de todo o mundo.

É considerado um peixe resistente, portanto é muito comum o encontrar em aquários de iniciantes, onde infelizmente muitas vezes é criado fora dos seus requisitos mínimos. Quando criado nas condições ideais, é um peixe muito bonito, que vive bastante e se reproduz com muita facilidade.

Ficha do Acará Bandeira

Nomes comunsAcará Bandeira, Escalare, Cará Bandeira
Nome científicoPterophyllum scalare
Nível de dificuldadeFácil
TemperamentoPacífico, na maioria das vezes
Temperatura24°C – 30°C
pH5.5 – 7.4
Tamanho recomendado do aquário75 litros (mínimo)
Expectativa de vidaAté 10 anos
Tamanho Adultoaté 15 cm
AlimentaçãoOnívoro
Dureza da água4 – 12 dGH

A espécie Acará Bandeira

A maioria das pessoas não sabe, mas o Acará Bandeira é um tipo de ciclídeo, apesar de ser muito diferente dos famosos ciclídeos africanos, por exemplo. São peixes muito conhecidos dentro do hobby, onde são criados a mais de 100 anos. Devido a isso, a espécie hoje em dia tem muitas variações de nadadeiras e cores. E até hoje, as variações continuam surgindo por causa da facilidade de se reproduzir a espécie.

A característica mais marcante e visível da espécie é o seu formato, que facilita seu deslocamento em meio as plantas, tornando mais fácil se proteger de predadores no seu habitat natural. Para ajudar nessa tarefa, esses interessantes animais tem um mecanismo de defasa interessante. Eles podem esconder as faixas de cores no seu corpo, afim de se misturar melhor com o ambiente. Isso também pode acontecer quando eles estão dormindo, mas o comportamento é mais provável quando as luzes do aquário estão desligadas. Portanto pode ser difícil observar essa característica.

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta
Acará Bandeira

Apesar de serem peixes fáceis de cuidar, sofrem muito em aquários de iniciantes, que não estão preparados para lidar com seu tamanho. Ao comprá-los, eles podem ser muito pequenos, mas na fase adulta, chegam facilmente a 15 cm de altura. Portanto, se prepare para ter um aquário relativamente grande.

Classificação da Espécie

ClasseActinopterygii
OrdemPerciformes
FamíliaCichlidae
EspéciePterophyllum scalare

Comportamento Típico

O Acará Bandeira é um peixe que gosta de nadar no meio do aquário, não ficando muito tempo no fundo, nem no topo. Além disso, deve dar preferência para áreas plantadas, onde se desloca com frequência entre as plantas. São peixes diurnos, muito mais ativos durante o dia, e tendendo a dormir quando as luzes estão apagadas.

Quando estão em aquários de tamanho apropriado, são peixes pacíficos que vivem bem em tanques comunitários. No entanto, se o espaço disponível for pouco, pode se tornar territorial e defender seu território escolhido, podendo atacar outros membros da mesma espécie.

Eles formam cardumes mas não são considerados uma espécie muito social, ou seja, não interagem muito entre si. Se possível, é melhor ter uma proporção de pelo menos duas fêmeas para cada macho, isso reduz muito a possibilidade de agressividade entre eles.

Aparência do Acará Bandeira

Como dito anteriormente, eles estão disponíveis nas mais variadas cores. A variação mais facilmente encontrada, no entanto, é a prateada com faixas pretas. Além disso, temos variações muito bonitas como ouro, preto, amarelo e até laranja.

Seus corpos são largos, com formato triangular e caudas em formato de leque. Suas nadadeiras caudais e peitorais são longas e muito chamativas. Seu corpo pode possuir faixas verticais, 7 quando o peixe é novo, mas com o tempo esse número se reduz para 4.

Assim como boa parte dos peixes, a coloração do peixe também depende do estresse e das condições gerais em que ele vive. Quando eles estão estressados ou mal cuidados, tendem a ficar com cores mais opacas e sem graça, mas quando estão nas condições ideais, suas cores são fortes e brilhantes.

Aparência Acará Bandeira

Aquário para Acará Bandeira

Como falamos anteriormente, a espécie cresce bastante, portanto é necessário ter um aquário de tamanho adequado. Quando vivem em aquários pequenos, os peixes se tornam estressados, agressivos e até mesmo sua saúde é afetada.

Para um casal de Acará Bandeiras um aquário de 75 litros pode ser suficiente, mas para criar um pequeno grupo, um aquário de no mínimo 144 litros seria uma melhor opção. Se o desejo for ter mais peixes em um aquário comunitário, ou um grupo grande de Acarás Bandeiras, é importante calcular o tamanho adequado do aquário para essa combinação.

Além disso, vale lembrar que o Acará Bandeira é um peixe grande e bastante voraz, portanto o aquário deve ter uma filtragem adequada. Um filtro canister é uma ótima opção, mas um filtro hangon externo também funciona, se for de boa qualidade é com uma grande vazão.

São peixes que na natureza vivem sempre em regiões com vegetação, logo um aquário com plantas é uma ótima maneira de melhorar a qualidade de vida do seu peixe, o tornando menos estressado e, consequentemente mais saudável. Rochas e outros elementos naturais, podem fornecer esconderijos e ajudá-los a definir os espaços de cada peixe, diminuindo assim as brigas por disputas territoriais.

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

Acarás Bandeiras

Alimentação para o Acará Bandeira

Esta espécies não costuma ter muitos problemas de falta de apetite, muito pelo contrário. O Acará Bandeira é um peixe com uma voracidade muito grande, e é possível notar sua disposição extra na hora que vão ser alimentados. É importante os oferecer uma dieta balanceada e de qualidade, portanto invista em rações de marcas conceituadas.

Se possível, compre duas ou três rações de qualidade, e varie entre elas. Assim a alimentação do peixe será mais completa e balanceada. É mais vantajoso alimentar o peixe em pequenas quantidades, varias vezes durante o dia, do que apenas uma vez em grande quantidade. Quando é oferecida muita comida de uma vez só, pode gerar desperdício, e qualquer comida que fique no aquário tende apodrecer e poluir a água.

É recomendado os alimentar de 2 a 3 vezes por dia, evitando assim o excesso de ração na água. Na hora da alimentação, evite deixar a comida na água por mais de 2 minutos. Caso eles não consumam tudo nesse tempo, significa que você está dando comida demais e pode reduzir a quantidade.

Oferecer comida vida ou congelada de tempos em tempos também irá deixar seus peixes mais fortes e bonitos, além disso também tende a melhorar sua saúde e imunidade. Artêmia é uma ótima opção para isso.

Que peixes manter com Acará Bandeira

A espécie é perfeitamente apropriada para aquários comunitário, desde que estes sejam grandes o suficiente para manter todos os peixe que você quer. No entanto, é importante levar em conta algumas coisas na hora de escolher os companheiros de aquário.

Acará Bandeira com Discos
Acará Bandeira com Discos

O primeiro fator importante é que o Acará Bandeira é um peixe que fica muito grande, portanto peixes muito pequenos não são uma boa opção. No pior dos cenários, eles podem basicamente virar comida para o Acará Bandeira. Outro fator importante a considerar é que eles tem nadadeiras longas e chamativas, logo peixes que gostam de morder nadadeiras podem ser problemáticos.

Veja aqui uma lista com espécies que tendem a viver bem com o Acará Bandeira:

Existem muitas outras espécies que também vivem bem com o Acará Bandeira, em especial uma grande variedade de Tetras. Mas é preciso lembrar que deve-se evitar tetras que gostem de morder nadadeiras. Outro peixe que merece uma menção é o Tetra Neon e Tetra Cardinal, ambos costumam ser mantidos com Acarás Bandeiras, no entanto é preciso tomar cuidado com o tamanho, pois se eles estiverem muito pequenos ainda, podem virar jantar para os Acarás.

Distribuição na Natureza

São originalmente de diversos países da América do Sul, especialmente na região da bacia Amazônica. Portanto, vivem dentro do território do Brasil, Peru, Guiana, Guiana Francesa, Colombia, dentre outros países.

São mais encontrados em áreas com muita vegetação, água de movimento lento, limpa e com boa visibilidade. Também apreciam grande quantidade de troncos e raízes, que servem como esconderijo. Esses corpos de água costumam ser quentes, com água ácida e sem salinidade.

Diferenciar entre macho e fêmea

Na época de reprodução, os órgãos reprodutores podem ser vistos, facilitando a diferenciação. As fêmeas apresentam ovopositor virado para trás, enquanto o macho apresenta o espermoderme fino e na frente. Fora da época de reprodução a diferenciação se torna muito difícil, apesar de existirem alguns indícios que podem ajudar na hora de escolher machos e fêmeas. Algumas dessas diferenças são:

No macho:

  • Pequena protuberância na cabeça acima dos olhos.
  • A faixa negra vertical situada em cima dos olhos é quase reta. (Apenas na variedade nativa)
  • Espaço entre nadadeira ventral e nadadeira anal reduzido.
  • Mandíbula inferior mais proeminente do que a superior.

Na fêmea:

  • Ausência de protuberância na cabeça.
  • Faixa preta situada em cima dos olhos se curva apontando na direção da nadadeira dorsal.
  • Espaço entre nadadeira ventral e nadadeira anal é maior.
  • Mandíbula superior um pouco maior que a inferior.

Reprodução do Acará Bandeira

Essa está muito longe de ser uma das espécies mais difíceis de se reproduzir, na verdade, algumas pessoas consideram a espécie uma das mais fáceis. Com as informações corretas e um pouco de força de vontade, qualquer um pode reproduzir o Acará Bandeira. Além disso, seu comportamento de reprodução e cuidado com os alevinos é extremamente interessante de assistir.

Se você quer reproduzir o Acará Bandeira, o primeiro passo é ter um cardume da espécie, já que os próprios peixes formarão seus pares e dividirão seus território entre esses pares. Quando os pares estiverem formados siga os seguintes passos:

  • Escolha o par que você quer reproduzir.
  • Prepare um aquário de 75 litros, com um filtro que gere pouca correnteza.
  • Coloque a temperatura em 28 ºC.
  • Eles gostam de uma superfície inclinada para depositar. Muitas vezes, fazem isso em plantas, mas alguns aquaristas colocam telhas ou tubos de PVC inclinados, para incentivar a desova nesses objetos.
  • Alimente os peixes com rações de muita qualidade e ofereça alimentos vivos como artêmia.
  • Coloque o casal no aquário que você preparou.
  • Quando a fêmea começar a passar mais tempo perto da superfície inclinada que você adicionou, ela estará se preparando para depositar os ovos.
  • A fêmea colocará centenas de ovos, e o macho os fertilizará.
  • Dentro de dois ou três dias os ovos eclodirão.
  • Os pais cuidam dos alevinos por cerca de um mês.
  • Após esse período, os pais devem ser removidos.
  • Alimente os alevinos com comidas apropriadas por seis semanas. Após esse período, eles devem aceitar rações normais.
  • Depois de seis semanas, se eles já estiverem grandes o suficientes, eles já podem ir para um aquário comunitário.

Referências:

  • Index to Organism Names (ION) – Pterophyllum scalare (Lichtenstein 1823)
  • The National Center for Biotechnology Information – Pterophyllum scalare
  • MSRF. CachoME. YamamotoS. Chellappa – Mating system of the amazonian cichlid angel fish, Pterophyllum scalare
  • Nomura, H., 1984. Nomes científicos dos peixes e seus correspondentes nomes vulgares. In H. Nomura (ed.). Dicionário dos peixes do Brasil. Editerra, Brasília, Brasil: 27-63.
  • Kullander, S.O., 2003. Cichlidae (Cichlids). p. 605-654. In R.E. Reis, S.O. Kullander and C.J. Ferraris, Jr. (eds.) Checklist of the Freshwater Fishes of South and Central America. Porto Alegre: EDIPUCRS, Brasil.
  • Sistemas de criação para o acará-bandeira (Pterophyllum scalare) – de Azevedo Silva Ribeiro, Felipe; de Lima Preto, Bruno; Kochenborger Fernandes, João Batista – Acta Scientiarum. Animal Sciences, vol. 30, núm. 4, 2008, pp. 459-466 – Universidade Estadual de Maringá – Maringá, Brasil
  • Desempenho de juvenis de Acará-Bandeira (Pterophyllum scalare) com diferentes níveis de proteína Bruta na dieta – Felipe de Azevedo Silva RibeiRo; Laurindo André Rodrigues ; João batista Kochenborger Fernandes

Cansado de perder peixes? De ter seu aquário dominado por algas? Quer saber como virar um profissional na arte do aquarismo? O Curso de Aquarismo Completo Aquaon tem tudo que é preciso para montar e manter um aquário de dar inveja. Ainda é oferecida uma garantia de 7 dias para devolução, caso não fique satisefeito.

Curso de Aquarismo AquaOn

Publicado em 11 set, 2022

Autor: Rodrigo Matos é aquarista a mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Sua especialidade são aquários plantados, porém têm experiência com aquários marinhos, ciclideos, criação de neocaridinas, bettas, nanos, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Categorias:

Mais sobre Peixes de Água Doce >

Melanotaenia Neon
Arco Íris Neon, Melanotaenia Neon (Melanotaenia praecox): Tudo sobre
Peixes de Água Doce
Acará bandeira
Peixes de aquário para iniciantes: TOP 17 espécies para você escolher
Peixes de Água Doce
Colisa Chuna
Colisa Chuna, Colisa Mel (Trichogaster Chuna) – Tudo sobre a espécie
Peixes de Água Doce
Peixes Coloridos
Peixes Coloridos – 18 espécies para encher seu aquário de cor
Peixes de Água Doce
Colisa Lalia
Colisa Lalia (Trichogaster lalius) – Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Kinguios, peixes de água doce
Peixes de aquário: Tipos e principais espécies de peixes ornamentais
Iniciante

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta
Melanotaenia Neon
Arco Íris Neon, Melanotaenia Neon (Melanotaenia praecox): Tudo sobre
Peixes de Água Doce
Betta quieto
Meu betta está muito quieto. Por que acontece e o que fazer?
Peixe Betta
Acará Bandeira
Acará Bandeira (Pterophyllum scalare). Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Acará bandeira
Peixes de aquário para iniciantes: TOP 17 espécies para você escolher
Peixes de Água Doce
Colisa Chuna
Colisa Chuna, Colisa Mel (Trichogaster Chuna) – Tudo sobre a espécie
Peixes de Água Doce