Logo PeixeseAquarismo.com

11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário

Os peixes de fundo são aqueles que passam uma parte muito grande do tempo no fundo do aquário, a procura de alimentos perdidos pelo substrato. Assim, eles ajudam a manter o aquário limpo, pegando aquelas sobras de comida que se espalham por todo canto. No entanto eles não devem se alimentar só de restos, pois para viverem bem devem receber com frequência rações especiais para esse tipo de peixe. Elas afundam e também tem os nutrientes certos para manter seu peixe saudável.

Mas além dessa função de coletor de sujeiras, eles também costumam ser muito bonitos e exóticos, deixando qualquer aquário mais interessante. Pensando nisso, vamos falar sobre 11 espécies de peixe de fundo perfeitas para seu aquário.

TOP 11 peixes de fundo para seu aquário

A lista abaixo tem 11 espécies maravilhosas de peixes de fundo. Além das fotos, também passamos algumas informações básicas, para você poder escolher as espécies que se adequam ao seu aquário. Lembre-se que é sempre importante respeitar a faixa de pH do seu aquário, ou seja, se sua água é ácida deve escolher apenas peixes que aceitam pH de 7 para baixo. Já se seu aquário é alcalino, escolher peixes que aceitam pH de 7 para cima.

1. Limpa Vidro (Otocinclus)

Otocinclus

O Limpa Vidro (Otocinclus) é perfeito para quase todo tipo de aquário, já que é um peixe extremamente dócil. Só deve se tomar cuidado para não o manter com peixes muito maiores, ou ele pode virar comida. Sua aparência alongada e a ventosa na boca, deixam o Oto (como é chamado no hobby) com um ar de exótico, apesar de ser um peixe muito popular. São peixes de cardume, logo preferem estar em grupos de 5 ou mais.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento:
Pacífico
pH:
6,0 – 8,0
Tamanho:
3 a 5 cm

2. Coridora (Corydoras)

Coridora

Quando falamos Coridoras estamos nos referindo a um grupo de peixes que possui centenas de espécies, todos ótimos peixes de fundo. São muito pacíficas e pequenas, em sua maioria. Se dão bem com praticamente qualquer espécie, a exceção são peixes muito agressivos ou muito grandes, que podem a perceber como comida.

*As informações abaixo podem variar um pouco de espécie para espécie, no entanto, a maior parte deles estão dentro da faixa abaixo.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento:
Pacífico
pH:
6 – 7.2
Tamanho:
de 3 a 10 cm

Guia Definitivo do Betta
Guia Definitivo do Betta

3. Mocinha (Characidium fasciatum)

Mocinha

A Mocinha é um dos peixes de fundo que encanta devido ao seu comportamento e características raras. Por exemplo, ela é um dos poucos peixes que pode mexer sua cabeça, sem necessariamente movimentar o resto do corpo. Muitas vezes é possível ver seus olhos e cabeça seguindo o dono do aquário na hora que vai alimentá-la. Devido a essas interações, se torna um animal encantador. A espécie é pacífica, mas pequenas disputas podem ocorrer com outros peixes da mesma espécie. No entanto, raramente causam algum dano de verdade.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento: Pacífico
pH: 5.5 – 7.5
Tamanho: 7 cm

4. Cascudo (Hypostomus plecostomus)

Cascudo

O Cascudo é o nome comum de centenas de espécies que pertencem a família dos Locariidae, sendo uma das mais famosas a (Hypostomus plecostomus). E assim como quase todos os peixes dessa família, são peixes fascinantes e com visual muito marcante. Seu corpo é revestido com placas ósseas e também possuem a boca em formato de ventosa, que usa para se agarrar em objetos. São peixes pacíficos, por isso são uma ótima escolha para aquários comunitários. Mas existe um porém, a maior parte das espécies de Cascudo crescem muito e exigem aquários muito grandes. Por isso, recomenda-se um aquário de no mínimo 200 litros.

*As informações abaixo podem variar um pouco de espécie para espécie, no entanto, a maior parte deles estão dentro da faixa abaixo.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento: Pacífico
pH: 6,0 – 8,0
Tamanho: Até 50 cm (30 cm em média)

5. Labeo Frenatus / Labeo Bicolor (Epalzeorhynchos frenatus/bicolor)

Labeo Frenatus

O Labeo Frenatus (assim como o Labeo Bicolor) é uma espécie que chama muita atenção, com seu visual semelhante ao de um pequeno tubarão. Suas cores fortes, com um vermelho vivo são consideradas incomuns em peixes de água doce. Por essas características é um peixe de fundo muito desejado. No entanto, seu comportamento e tamanho podem ser um problema, já que é um peixe que pode ser agressivo e cresce até 15 cm. Portanto, para amenizar a agressividade e comportar seu tamanho, recomenda-se um aquário de pelo menos 150 litros.

Nível de dificuldade: Moderado
Temperamento: Territorial
pH: 6,0 – 8,0
Tamanho: Até 15 cm

Quer conhecer nossos aquários, enviar perguntas e receber as melhores dicas de aquarismo? Se inscreva aqui!

6. Comedor de Alga Chinês (Gyrinocheilus aymonieri)

Comedor de alga Chinês

Como o nome já diz, esse é um grande aliado na hora de combater as algas. E quando eu digo grande, é grande mesmo. Não só porque ele come muitas algas, mas também porque pode chegar à até 30 cm de tamanho quando adulto. Seu temperamento na fase adulta é um tanto territorial, podendo causar pequenas disputas com outros peixes. Portanto, devido ao seu tamanho e comportamento, recomenda-se um aquário de pelo menos 200 litros.

Nível de dificuldade: Moderado
Temperamento: Territorial
pH: 6.0 – 8.0
Tamanho: Até 28 cm

7. Comedor de Alga Siamês (Crossocheilus oblongus)

Comedor de Alga Siamês

Assim como a espécie anterior dessa lista, o Comedor de Alga Siamês também se tornou muito popular devido a seu grande apetite por algas. Essa espécie, pode ser mais adequada à um aquário comunitário, já que é muito mais pacífica que o Comedor de Alga Chinês. Além disso é um pouco menor também, chegando até 20 cm. Por isso, recomenda-se um aquário de 75 litros ou mais.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento: Pacífico
pH: 6.5 – 8.0
Tamanho: Até 20 cm

8. Abelhinha (Brachygobius xanthozonus)

Abelhinha

Não tem um jeito melhor para descrever essa espécie, ela simplesmente parece com uma pequena abelha. Seu corpo preto e amarelo faz jus ao seu nome. É um peixe que pode ser um pouco agressivo com outros machos da mesma espécie. Por isso, é recomendado ter um grupo de pelo menos 6 peixes da espécie, assim eles dividirão mais a atenção entre eles, e seu comportamento será ainda mais interessante de observar.

Nível de dificuldade: Moderado
Temperamento: Pacífico, territorial com machos da mesma espécie.
pH: 7.0 – 8.0
Tamanho: Até 4 cm

9. Bótia Yoyo (Botia almorhae)

Botia Yoyo

O Botia Yoyo é um peixe que atrai olhares devido as padrões formados na sua pele. Os tons brancos e pretos do seu corpo também produzem um contraste muito bonito, que acrescenta beleza a qualquer aquário. É um peixe pacífico, que deve conviver com pelo menos mais 5 da mesma espécie, para mostrar seu comportamento natural. É comum existirem pequenas disputas dentre o grupo, mas nada preocupante.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento: Pacífico
pH: 6.5 – 7.5
Tamanho: Até 16 cm

10. Bótia-Palhaço (Chromobotia macracanthus)

Bótia-Palhaço

Essa é uma das espécies de Botia mais populares no aquarismo. Suas cores e padrões na pele chamam muita atenção. Sua beleza incomum conquista a todos, no entanto é preciso tomar cuidado na hora de adquirir um, pois elas podem chegar a mais de 30 cm e comprimento. Devem viver em grupos de 5 ou mais peixes da mesma espécie. Se conviverem com outras espécies, idealmente não deve ser colocadas com espécies muito pequenas, devido ao seu grande tamanho. Recomenda-se um aquário de pelo menos 250 litros para um pequeno grupo deles.

Nível de dificuldade: Moderado
Temperamento: Pacífico
pH: 5.0 – 8.0
Tamanho: Até 30 cm

11. Cobrinha Kuhli (Pangio Kuhlii)

Cobrinha Kuhli

Outra espécie que o nome já a descreve muito bem. A Cobrinha Kuhli parece justamente isso, uma pequena cobra no seu aquário. É uma espécie muito tímida, que passa maior parte do tempo escondida, ou enterrada no substrato. No entanto isso só deixa mais especial cada aparição que ela faz, remexendo o substrato procurando restos de comida. É um animal de aparência muito exótica e comportamento interessante. Uma grande adição para qualquer aquário.

Nível de dificuldade: Fácil
Temperamento: Pacífico
pH: 5.5 – 7.0
Tamanho: Até 12 cm

Agora é só escolher seu peixe de fundo favorito

Dentre essas 11 espécies, você certamente achará os peixes de fundo perfeitos para seu aquário. Só lembre de escolher um (ou mais) que respeite os parâmetros do seu aquário (principalmente pH). E também vale a pena considerar a quantidade de peixes que você pode colocar no seu aquário. Uma outra dica é também adicionar outros animais de fundo, como camarões e caramujos, eles também são ótimas adições para seu aquário.

Publicado em 24 nov, 2022
Categorias:

Autor: Rodrigo Matos é aquarista há mais de 20 anos, com dezenas de aquários montados a longo dessas duas décadas. Suas especialidades são aquários plantados e peixes bettas, porém têm experiência com aquários marinhos, aquários nanos, ciclideos, criação de neocaridinas, dentre outros. Atualmente está focado na criação de neocaridinas e em aquários densamente plantados.

Mais sobre Peixes de Água Doce >

Melanotaenia Neon
Arco Íris Neon, Melanotaenia Neon (Melanotaenia praecox): Tudo sobre
Peixes de Água Doce
Acará Bandeira
Acará Bandeira (Pterophyllum scalare). Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce
Acará bandeira
Peixes de aquário para iniciantes: TOP 17 espécies para você escolher
Peixes de Água Doce
Colisa Chuna
Colisa Chuna, Colisa Mel (Trichogaster Chuna) – Tudo sobre a espécie
Peixes de Água Doce
Peixes Coloridos
Peixes Coloridos – 18 espécies para encher seu aquário de cor
Peixes de Água Doce
Colisa Lalia
Colisa Lalia (Trichogaster lalius) – Tudo sobre a espécie.
Peixes de Água Doce

ÚLTIMOS ARTIGOS >

Otocinclus
11 peixes de fundo perfeitos para seu aquário
Peixes de Água Doce
água ficando verde no aquário
Água do aquário ficando verde. Veja por que acontece e como resolver.
Algas
Peixe Colorido
Meu peixe perdeu a cor. Por que isso aconteceu e como resolver?
Doenças de peixes
Aquário cristalino
Como cuidar de um aquário? 12 dicas para ter o aquário perfeito
Iniciante
Água da torneira
Pode colocar água da torneira no aquário?
Manutenção do aquário
Betta triste no aquário
Meu peixe Betta morreu. O que aconteceu?
Peixe Betta